Portal Melhores Amigos | Por que os gatos gostam de dormir grudadinhos em seus tutores?
3364
single,single-post,postid-3364,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Por que os gatos gostam de dormir grudadinhos em seus tutores?

cat-3006783_1920

18 dez Por que os gatos gostam de dormir grudadinhos em seus tutores?

Para alguns gatos, basta um pedaço do cobertor para que se acomodem no cantinho da cama e tenham uma noite de sono profundo. Outros, por sua vez, gostam mesmo é de ocupar todo espaço, preferem se espalhar e deixam o tutor espremido e sem muita chance de se espreguiçar durante a noite. Há também aqueles que gostam de se aquecer no abraço ou no travesseiro do seu humano favorito. Em comum, esses felinos têm uma coisa: amam dormir grudadinhos com os seus tutores.

Segundo especialistas, esse comportamento comum à maioria dos gatos tem basicamente duas explicações: é sinal do afeto que une donos e animais, mas também tem origem no instinto territorialista (leia-se “espaçoso” mesmo) dos gatinhos.

“Os tutores podem representar um porto seguro para seus bichanos. Como os gatos possuem o olfato e a audição muito aguçados, sentir o nosso cheiro e escutar a nossa frequência respiratória é um jeito prazeroso de dormir. Sem contar que, se percebemos algo de errado, eles logo sabem que precisam se proteger”, explica o adestrador André Poloni.

Assim como os demais ambientes da casa, esses animais acreditam que a cama é deles, então aceitam deixar um espacinho para o tutor descansar toda noite. “Gatos não costumam migrar, pelo contrário, são bem territorialistas. Então, conhecer bem um ambiente ajuda na hora de se proteger, porque assim sabem as principais rotas de fuga e os esconderijos. Portanto, não só a cama é dele, mas a casa toda!”, diz Poloni.

O adestrador defende que não há nenhum mal em dormir com os animais e, ao contrário, essa conduta pode trazer conforto e prazer para humanos e pets. “Isso é gratificante para todos”, diz. “Um gato que não confia em seu ser humano, não vai querer compartilhar a mesma cama que ele. Portanto, se ele dorme junto de você, isso é um bom sinal”, explica.

Mas será que há contraindicações para essa prática? Poloni diz que, em situações de animais mais dependentes – apesar disso parecer estranho no caso dos gatos –, a sua ausência pode gerar um estresse enorme no bichano. “Nesse caso, é indicado deixar o gato dormir em outro cômodo alguns dias da semana, fazendo sempre ele associar isso a algo bom (pode ser uma noite de jantar diferente, uma comida natural fresca é uma boa sugestão!), para que em épocas de viagem seu gato fique bem!”, indica.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.