Portal Melhores Amigos | Saiba como identificar se seu pet está acima do peso
4550
single,single-post,postid-4550,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Saiba como identificar se seu pet está acima do peso

02_Jun

02 jun Saiba como identificar se seu pet está acima do peso

Dificuldade de usar a mesma roupa que cabia anteriormente, observar-se no espelho, perceber uma gordurinha ao se sentar. Alguns indícios nos dão pistas para percebermos que estamos acima do peso. Será que é tão simples identificar esse tipo de mudança nos nossos pets? Você saberia dizer se seu bichinho está gordo?

 

O diagnóstico de sobrepeso em animais não é tão simples assim. No entanto, uma pesquisa da Hill’s Pet Nutrition, em parceria com a Cão Cidadão, identificou que mais de 40% dos tutores de cães e gatos classificam seus pets como obesos.

 

Por mais que esse número seja apenas uma percepção do tutor, ele não deixa de ser preocupante, explica a supervisora de Assuntos Veterinários da Hill’s Pet Nutrition, Brana Bonder. A tarefa do tutor é saber quais são os cuidados mais indicados na alimentação e rotina do animal, e muita coisa pode influenciar no aumento do peso.

 

“Fatores como a castração, idade do animal e doenças concomitantes influenciam no desenvolvimento da obesidade, mas, no geral, o sobrepeso é resultado da combinação entre pouco gasto energético e ingestão calórica excessiva”, explica.

 

Dicas

 

Apesar de ser muito importante a observação constante do animal, a veterinária explica que somente o profissional de saúde pode identificar o sobrepeso. No entanto, há ferramentas que o médico veterinário pode oferecer aos tutores para facilitar a identificação de sobrepeso.

 

“Utilizamos o escore de condição corporal porque é uma ferramenta fácil e prática no dia a dia e o tutor consegue ser envolvido no processo de identificação e conscientização do problema”, acrescenta.

 

Como manter o peso ideal do pet

 

Muitos tutores têm dúvidas de como devem alimentar seus bichinhos de estimação. Há quem deixa a alimentação disponível por um tempo determinado e quem mantém o alimento disponível o tempo todo. Outra indicação muito adotada é seguir as orientações dos pacotes de ração.

 

O ideal é seguir orientações do veterinário, o qual vai fazer uma análise complexa e indicar qual a melhor forma de estabelecer a rotina alimentar do pet. Outro fator é a atenção à quantidade de petiscos que são oferecidos ao animal.

 

“Oferecer petiscos em excesso, seja todos dias ou em alguns dias da semana, colabora para o ganho de peso”, comenta Bonder.

 

Como o peso está diretamente ligado à ingestão calórica e ao gasto energético, é importantíssimo estimular a prática de exercícios do seu pet. Mesmo quando o tutor não puder passear com seu cão, é importante tentar manter uma rotina de atividades capazes de fazer com que o animal gaste energia.

 

“Não há uma fórmula única. É preciso ficar atento ao comportamento e estabelecer hábitos saudáveis ao seu pet. Assim como nós, humanos, os bichinhos precisam de equilíbrio”, conclui Bonder.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.