Portal Melhores Amigos | Pássaro deve tomar banho? Veja cuidados essenciais para a higiene de aves
4002
single,single-post,postid-4002,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Pássaro deve tomar banho? Veja cuidados essenciais para a higiene de aves

Post_portalmelhoresamigos_5

04 fev Pássaro deve tomar banho? Veja cuidados essenciais para a higiene de aves

Os pássaros agem, mesmo quando animais de estimação, como se estivessem na natureza. Em relação à higiene não é diferente. Conhecer a biologia e os hábitos comuns das espécies, além de deixar o ambiente limpo, é essencial para promover o bem-estar das aves.

É o que ensina a médica veterinária Larissa Rezende Paulino, do CETAS Barueri (Centro de Triagem de Animais Silvestres). Segundo ela, quando o tema é “banho” e “limpeza”, há variações de espécies e até de indivíduos.

“Na natureza alguns indivíduos procuram água, ou mesmo areia, para auxiliar na limpeza das penas, como se estivessem tomando banho. Usam o bico para manter tudo em ordem: penas organizadas, impermeabilizadas e limpas além de limpar as unhas e mesmo retirar o que resta da descamação da pele”, afirma a especialista. “Ao limpar as penas, acabam auxiliando no crescimento de novas. Podem também esfregar o bico numa superfície, como um galho, para manter limpo e desgastar. Podem realizar essas ‘tarefas’ nos outros indivíduos no contato social.”

“Algumas aves vão procurar tomar banho sozinhas, enquanto outras preferem evitar. A frequência também é variável. Podemos estimular tentando tornar o ambiente mais natural ou mesmo utilizando borrifadores, mas com cuidado, para não assustar a ave ou forçar a atividade. É interessante evitar os dias mais frios, correntes de vento e procurar deixar a opção da ave se secar ao sol”, explica Larissa.

E é possível tomar ações para garantir o bem-estar e saúde de seu pássaro. A primeira ação é deixar o ambiente limpo. “Isso envolve, inclusive, os poleiros e brinquedos. É interessante deixar disponível um recipiente com água limpa para que haja interação e a ave possa higienizar-se sozinha quando desejar”, afirma a especialista.

Para deixar as gaiolas limpas, é preciso fazer limpeza diária do fundo e de restos de alimento – para isso, é possível utilizar água limpa e produtos de limpeza. “A gaiola inteira deve ser higienizada (grades do fundo, laterais e grade superior) sem a ave dentro. A frequência depende de quão suja fica”, ensina. E atenção: é essencial enxaguar tudo muito bem.

Outra dica: não adianta apenas trocar a água dos bebedouros: eles também devem ser limpos diariamente. “Comedouros devem ser higienizados com frequência”, continua Larissa. “Poleiros devem ser mantidos limpos, e substituídos com frequência, a depender do quanto estão sujos ou danificados.”

Ajudinha extra

“Se houver necessidade de limpeza de alguma área que a ave não alcança, podemos auxiliar com gaze ou pano limpo e água morna, de acordo com a necessidade. Por exemplo, filhote sendo alimentado na papinha costuma se sujar”, lembra Larissa (https://www.instagram.com/laris.vet/).

Lembre-se: existem diversas doenças que são transmitidas por fezes e secreções, inclusive que podem ser transmitidas a seres humanos, como a ornitose. Caso desconfie de algum problema em seu pássaro, procure um médico veterinário especializado.

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.