Portal Melhores Amigos | Quais os alimentos proibidos para gatos?
4288
single,single-post,postid-4288,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Quais os alimentos proibidos para gatos?

25_set

03 set Quais os alimentos proibidos para gatos?

Felinos estão cada vez mais presentes nos lares das famílias brasileiras. Essa proximidade pode levar alguns tutores a ceder aos apelos dos gatos mais glutões, que clamam por uma comida que não sejam a ração. Ou ainda, os felinos mais atrevidos que sobem na mesa e se esbaldam com uma travessa dando sopa. Mas a veterinária, Camila Servello Aguirre, idealizadora da marca de clínica veterinária Dra EmPETia, lembra que há risco na ingestão de alguns alimentos impróprios, que podem levar a complicações severas e até à morte.

A cafeína, presente não só no café, é o primeiro vilão da lista, segundo Camila. Sem nenhum tipo de antídoto, se ingerida pelo gato pode ser fatal em grandes doses. “Os tutores devem estar atentos a sinais como respiração ou batimento cardíaco acelerados, inquietação e até tremores involuntários”, explica.

Já as uvas e passas podem parecer excelentes petiscos para quem quer fazer um agradinho ao seu companheiro felino, mas podem adoecê-lo até mesmo com pequenas doses. O sinais de intoxicação mais comuns são o vômito e a hiperatividade, alerta a veterinária.

O chocolate é outro velho conhecido de qualquer tutor de pet, seja cão ou gata. Mas o doce contém teobromina, afirma Camila, uma substância tóxica que altera o ritmo cardíaco, causa tremores, convulsões e pode levar a morte. “Qualquer outro tipo de doce também deve ser evitado à todo custo já que a maioria deles contém xilitol, que aumenta a insulina circulante, levando à falência hepática. Sua ingestão causa vômito, letargia e perda da concentração, além de obesidade e diabetes”, diz.

Embora seja difícil pensar que alguém possa oferecer bebida alcoólica ao próprio bichano, acidentes podem acontecer. “Tal qual os humanos, a substância causa efeitos imediatos no cérebro e no fígado do gato, porém os destrói muito mais rapidamente nos felinos. Pequenas quantidades pode levar um gato ao coma e até à morte”, explica Camila.

A veterina lembra também que, embora seja um excelente tempero, a cebola deve ser evitada a todo custo pelos gatos, pois sua ingestão leva à destruição das células vermelhas, causando anemia. Já outros temperos como o alho e a cebolinha podem causar problemas gastrointestinais.

Nem mesmo leite

Um mito muito comum é o de que gatos bebem leite. Mas somente os humanos conseguem tomar leite ou comer seus derivados depois de adultos. Camila garante que os felinos, passada a fase de amamentação, são intolerantes à lactose.

Outro erro comum é o tutor dar ração de cachorro aos gatos. Mas os dois são espécies diferentes e com necessidades diferentes. Gatos alimentados com ração canina podem apresentar deficiência imunológica e nutricional.

“Vale lembrar que se suspeitar que o seu bichano ingeriu algum destes alimentos, ou está apresentando algum destes sintomas, não hesite em consultar seu veterinário de confiança”, orienta Camila.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.