Portal Melhores Amigos | Os peixes crescem de acordo com o tamanho do aquário?
Alguns peixes, como grandes Ciclídeos, já têm seu tamanho padrão definido. Porém, outras espécies, como o Pacu e o Aruanã, crescem mais conforme o tamanho do aquário e outros fatores.
1433
single,single-post,postid-1433,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Os peixes crescem de acordo com o tamanho do aquário?

peixes_grandes_aquario

12 abr Os peixes crescem de acordo com o tamanho do aquário?

Em algum momento da sua vida você já deve ter ouvido falar que os peixes não crescem se morarem em aquários pequenos ou que os animais se desenvolvem melhor se forem criados em verdadeiros tanques d’água.

Mas, afinal, é verdade que os peixes crescem de acordo com o tamanho do aquário?

“Alguns peixes, como grandes Ciclídeos, já têm seu tamanho padrão definido. Porém, outras espécies, como o Pacu e o Aruanã, crescem mais conforme o tamanho do aquário e outros fatores”, explica Erika Hayashi, médica veterinária especializada em animais silvestres e pets exóticos, da empresa Paraíso Silvestre de atendimentos em domicílio, que atua na Grande São Paulo e no interior do estado.

O tamanho do aquário sempre deve ser adequado e “confortável” em relação às características das espécies e à quantidade de peixes que será criada nele. Convenhamos que não precisa ser um expert para evitar a superpopulação e transformar seu aquário num vagão do metrô de Tóquio em horário de pico, né?

Além disso, existem diversos outros aspectos que influenciam no crescimento e desenvolvimento saudável dos peixes, como alimentação, qualidade da água, fatores hormonais e iluminação.

“Devemos alimentar os peixes na quantidade correta, pois o alimento em excesso prejudica seu metabolismo e, consequentemente, seu crescimento. Também é fundamental realizar a troca parcial da água regularmente, ter um bom sistema de filtração e uma iluminação que proporcione um fotoperíodo adequado que auxilie na absorção de cálcio por meio da vitamina D”, recomenda a médica veterinária.

Segundo a Dra. Erika Hayashi, qualquer fator estressante para os animais inibe o GH (hormônio do crescimento). Por isso, parâmetros como ph, oxigenação e temperatura da água tem que estar sempre de acordo com as particularidades de cada espécie.

Portanto, ter um aquário limpo, aconchegante e adequado é o caminho certo para criar peixes felizes e saudáveis.

 

Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.