Portal Melhores Amigos | Dúvida cruel: aves podem ter doenças respiratórias?
924
single,single-post,postid-924,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Dúvida cruel: aves podem ter doenças respiratórias?

aves_doencas_respiratorias

13 out Dúvida cruel: aves podem ter doenças respiratórias?

Respirar é uma necessidade básica de todo ser vivo, independentemente do mecanismo envolvido no processo. Por isso, devemos sempre ficar atentos a qualquer sinal de dificuldade na respiração de nossos pets – principalmente em relação às aves, que podem desenvolver doenças que afetam também os seres humanos.

“Existem diversos problemas respiratórios que podem acometer as aves, sendo que os mais comuns são ocasionados por infecções bacterianas e fúngicas, que podem ocorrer devido ao manejo inadequado e/ou alimentação inadequada”, aponta Marta Brito Guimarães, médica veterinária especialista em animais silvestres da empresa de consultoria VetWings, de São Paulo.

Além de debilitar a saúde dos bichinhos, algumas doenças respiratórias são zoonoses – isto é, são transmissíveis do animal para nós. “Os agentes que causam doenças respiratórias em aves podem passar para os seres humanos. Desta forma, é muito importante sempre tratar a doença e evitar contato com pessoas imunossuprimidas”, explica Dra. Marta.

“Uma das doenças respiratórias mais importantes é a clamidiose ou psitacose, uma doença bacteriana muito comum, principalmente em calopsitas. Esta também é uma importante zoonose, que pode acometer crianças, a melhor idade e pessoas com doenças crônicas”, relata Natalia Philadelpho Azevedo, médica veterinária especialista em animais silvestres, igualmente da VetWings.

Para evitar estes problemas, existem alguns cuidados a serem tomados. “O tutor deve comprar aves de local idôneo, fazer o manejo adequado, mantendo a ave longe de corrente de ar, recebendo sol diariamente, prover alimentação adequada a espécie, cuidar da higiene da gaiola, comedouro e bebedouro”, orienta Yamê Miniero Davies, médica veterinária especializada em animais silvestres, também da VetWings.

De acordo com a especialista, “outro ponto importantíssimo é nunca acrescentar uma ave ao plantel sem fazer uma quarentena e alguns exames para não levar doença para suas aves saudáveis”, conclui.

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.