Portal Melhores Amigos | Corantes nas rações são prejudiciais? Mitos e verdades
3753
single,single-post,postid-3753,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Corantes nas rações são prejudiciais? Mitos e verdades

Corante ração2

24 ago Corantes nas rações são prejudiciais? Mitos e verdades

Existem mitos de que os corantes alimentares utilizados em ração para os animais de estimação podem causar problemas de saúde. Para a responsável pela comunicação técnica da Nestlé Purina para a América Latina, Luciana Pellegrino, o erro ocorre por trazermos conceitos humanos para os pets.

 

Embora cães e gatos tenham dificuldades em identificar cores, as indústrias optam por usar corantes, segundo Luciana, para atender a uma necessidade dos tutores (proprietários). “Ao ver o alimento sem cor, as pessoas imaginam que ele não tem os ingredientes prometidos. Por isso a opção por usar produtos que criam essa imagem de serem realmente nutritivos”, explica.

 

Dessa forma, pode-se considerar que os tutores são os verdadeiros clientes das indústrias de ração. “A adição desses corantes não afeta em nada a qualidade do alimento, pois são os mesmos usados em produtos que encontramos como nas gelatinas, doces e outros alimentos humanos. Esses ingredientes são aprovados no mundo todo por órgãos como o Ministério da Agricultura brasileiro e são seguros para serem usados tanto por nós como pelos animais”, garante Luciana.

 

“Muitas pessoas, por humanizarem seus animais de estimação, associam o surgimento de alergias aos corantes. Mas nos pets esse problema está associado às proteínas o que não é encontrado nesses ingredientes”, afirma.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.