Portal Melhores Amigos | Como saber se sua hamster está grávida
A gestação de uma hamster pode durar de 16 a 30 dias, dependendo da espécie.
1646
single,single-post,postid-1646,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Como saber se sua hamster está grávida

hamster

09 jun Como saber se sua hamster está grávida

Quem tem ou já teve hamster sabe que é muito comum acontecer de chegar em casa, ir lá dar um oi para seus lindos roedores e descobrir assim, sem mais nem menos, que você acabou de se tornar avô ou avó de uma ninhada de “hamsterzinhos”.

A gestação de uma hamster pode durar de 16 a 30 dias, dependendo da espécie, sendo a dos Russian Campbell’s a mais curta, enquanto as Roborovski levam mais tempo para gerar e parir seus filhotes.

O parto pode durar de minutos a horas e, assim que os bebês nascem, a mamãe hamster limpa um por um de seus filhotes e os coloca sob seu corpo para mantê-los protegidos e aquecidos. Se calhar de você dar de cara com este acontecimento sem querer, saia de fininho e dê privacidade para a nova mãe do pedaço não se estressar no processo e prejudicar os nenês.

O momento em que uma fêmea dá à luz seus filhos é sempre muito emocionante, independente do ser. Mesmo assim, é bom estar preparado e ciente de que a família vai aumentar, né?

Então, sua amiga hamster pode estar prenhe quando ela:

Apresentar mudanças comportamentais, como morder com frequência, recusar o toque humano, esquivar-se usando as patas, esconder-se na presença humana e até agredir os coleguinhas de gaiola (o intuito é proteger os filhotes, sempre);

Começar a construir um ninho, amontoar coisas e estocar comida na mesma área em que está preparando a “casinha” (assim ela poderá ficar sempre protegendo os filhotes e não precisará buscar alimento quando eles nascerem);

Engordar consideravelmente em um curto período de tempo, apresentar a barriga saliente e começar a ficar com o corpinho em formato de pera (é muito importante fornecer uma dieta rica em proteína para ajudar sua roedorinha a ter uma gestação e parto saudáveis);

Estar com os mamilos aparentes (apesar de ser mais raro notar, alguns tutores observam esta mudança);

Parecer agitada ou indecisa (e começar a fazer mil coisas ao mesmo tempo, como correr uns segundos na rodinha, depois ir estocar comida, depois continuar a construir o ninho – enfim, igual a qualquer mãe deste mundão).

Cuidados pós-parto

Assim que os filhotes vierem ao mundo, é MUITO importante tomar as seguintes precauções:

– Remova a rodinha da gaiola para não ocorrer nenhum acidente com a mamãe ou os baby hamsters;

– Separe o pai e outros machos para que não aconteça uma nova gravidez na sequência (já que uma gestação seguida da outra irá enfraquecer o organismo da fêmea, colocando em risco a vida da próxima ninhada e da própria mãe);

– Tenha uma gaiola adequada, com paredes e piso seguros que evitem que os filhotes “vazem” por eles;

– Forneça uma alimentação de qualidade e suplementada tanto durante a gestação quanto na fase de amamentação (sempre rica em proteína e própria para a espécie, claro).

Feito isto, curta muito seus “netinhos” e sua nova família! E, se bater aquela dúvida sobre seus hamsters, não hesite em consultar um veterinário especializado, hein!

 

 

 

 

Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.