Portal Melhores Amigos | Dicas para você e seu cão curtirem o litoral
1149
single,single-post,postid-1149,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Dicas para você e seu cão curtirem o litoral

01_cachorro_praia

04 jan Dicas para você e seu cão curtirem o litoral

 

Quem acha que praia e cachorro não são uma boa combinação está precisando se atualizar. Respeitando as regras de cada lugar, mantendo a higiene do cão, a limpeza do local e provendo os cuidados que seu pet requer, é possível que humanos e cachorros compartilhem um lugar ao sol, literalmente, sem maiores problemas.

Para que tudo dê certo, confira abaixo as nossas dicas de cuidados e etiqueta canina — e humana — para você curtir o litoral com seu cão.

Visita ao veterinário e prevenção

Antes de descer a serra com seu cão, leve-o ao veterinário para fazer um check up geral e tomar precauções contra determinadas doenças. Além de dermatites e verminoses causadas pelo contato com a areia, existem outras enfermidades que têm maior incidência nas regiões praianas, como o verme do coração, que pode ser evitado com vermífugos específicos administrados sob orientação profissional.

Cuidados com o sol e a desidratação

Os cães não vieram de Krypton e, portanto, não são indestrutíveis e também tostam e desidratam sob o sol. Sendo assim, é indispensável que você tenha uma tenda, guarda-sol ou qualquer outro item que forme uma sombra considerável para o seu cãozinho descansar e que tenha sempre água FRESCA disponível. Importante: a água não pode ser morna, nem à temperatura ambiente, nem de ontem; a água tem que ser fresquinha mesmo, hein!

Como a areia estará fervendo nos dias quentes, tenha uma esteirinha, toalha ou algum tipo de forro para seu cão poder se deitar sem virar churrasco. E, se o seu amigo canino é do grupo dos braquicefálicos (como o Bulldog Inglês, Boston Terrier, Pug, Pequinês e Shih Tzu), redobre a atenção, pois estas raças superaquecem mais rápido do que os cães de focinho longo.

Também é obrigatório passar protetor solar específico para cães e à prova d’água se o seu pet for daqueles clarinhos, com focinho rosado ou de corpinho pelado, ok?

Natação e otite

Assim como acontece com os bebês humanos, seu cão pode adorar água e ser um exímio nadador. Porém, isso não quer dizer que não entrará água em seu ouvido. Então, para evitar que seu cachorro volte das férias com uma baita otite, limpe sempre a orelha dele após os mergulhos. O médico veterinário pode demonstrar como deve ser feita esta limpeza, que é útil e necessária para o dia a dia também.

Um cuidado redobrado com os olhos também se faz necessário quando seu cãozinho entra em contato com a areia e a água salgada do mar. Por isso, vá viajar previamente orientado pelo médico veterinário em relação à limpeza dos olhos do seu pet.

Identificação

Não importa qual a forma de identificação – coleira com nome e telefone, microchip ou tatuagem –, seu cão deve estar devidamente identificado para eventuais momentos de empolgação e fuga pela vastidão da praia. Neste caso, também é bom que ele reconheça alguns comandos como “vem” ou “fica”.

Cidadania e respeito

A maioria das praias não é dog friendly, ou seja, seu cão não é aceito em qualquer lugar. Então, pesquise sobre as legislações e regras que regem o seu destino pra não ter uma surpresa desagradável quando chegar no local. Fique atento às leis de convivência mesmo em lugares onde os cachorros são bem-vindos, pois o simples fato de soltar seu cão da guia pode lhe render uma bela multa e muita dor de cabeça. Aliás, só solte o seu amigo canino se ele for extremamente obediente aos seus comandos.

Contudo, caso você esteja numa praia que aceite bichinhos, aproveite cada segundo com seu cão e não se esqueça de levar sacos de lixo para limpar toda e qualquer sujeira que vocês produzirem no caminho – isso serve não só para a praia, mas para qualquer tipo de lugar. Preservar e respeitar são palavras-chave para você e seu cão terem uma experiência bacana de comunhão com a natureza.

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.