Portal Melhores Amigos | SOS: Como lidar com seu cachorro ciumento
Pera lá... Mas os cães sentem ciúmes? Sim, eles sentem. Sabe quando seu cão apronta o maior barraco quando você resolve dar uma atenção de leve para outro ser que não seja ele? Então, isto é uma demonstração de ciúmes que deve ser devidamente compreendida e corrigida pelos tutores.
1551
single,single-post,postid-1551,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

SOS: Como lidar com seu cachorro ciumento

cão ciúmes

12 mai SOS: Como lidar com seu cachorro ciumento

Sabe quando seu cão apronta o maior barraco quando você resolve dar uma atenção de leve para outro ser que não seja ele? Então, isto é uma demonstração de ciúmes que deve ser devidamente compreendida e corrigida pelos tutores.

Pera lá… Mas os cães sentem ciúmes? Sim, eles sentem.

“Os cães podem sentir ciúmes de seus donos. Este comportamento, que muitas vezes é interpretado como um amor incondicional, pode se tornar um problema grave”, alerta Ariadne Cardeliquio, adestradora da equipe Cão Cidadão, que atua em São José do Rio Preto, interior de São Paulo.

Ariadne conta que, na maioria das vezes, o ciúme é recompensado pelo dono inconscientemente. “Os peludos são animais sociáveis, que vivem em matilha. Quando não conseguem observar ninguém em casa como um líder ou quando não há nenhum limite para obediência, o cão pode começar a ter comportamentos indesejáveis”, explica.

O primeiro passo para reparar esta situação é observar atentamente o comportamento do seu mascote em relação às suas próprias ações como tutor. “Devemos identificar quais são as atitudes do dono que estão aumentando o ciúme do cão. Desta maneira, deve-se ignorar e não recompensar, mesmo que seja apenas com atenção, os comportamentos que não são desejáveis”, orienta a adestradora.

Um claro exemplo do que não se deve fazer é quando o cão começa a latir para humanos ou outros animais na rua e o tutor, prontamente, pega seu pet no colo para “inibir” este comportamento. Na verdade, ao pegar o cachorro nos braços, estamos dando afeto pra ele e é muito provável que na mente canina isto seja uma baita recompensa por sua atitude barraqueira.

No caso de cães filhotes, é de extrema importância socializá-los, dar limites, saber ignorá-los quando estão querendo chamar a atenção pulando, latindo ou rosnando. Já, quando o filhote fizer algo permitido, ele deve ser recompensado, seja com um petisco ou com atenção e carinho do tutor.

“Caso o cão já apresente sinais de ciúme, como latir para pessoas que se aproximam do dono ou ficar agressivo quando contrariado, é necessário mostrar ao peludo que não aprova tal atitude. Isto pode ser feito com o auxílio de um borrifador de água ou alguma outra bronca que o assuste, porém, que não traumatize o cão. Em casos mais graves, é preciso a ajuda de um profissional”, recomenda Ariadne.

Por isso, antes de culpar o cão ou achar que “ele é assim mesmo”, devemos sempre avaliar nossas próprias atitudes e compreender que tipo de mensagem estamos transmitindo para nosso pet. Com um tiquinho de paciência e uma boa comunicação, nós e nossos amigos caninos sempre conseguiremos viver em harmonia.

 

 

Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.