Portal Melhores Amigos | Adoção de cães e gatos em SP e RJ
Artigo sobre a ONG Confraria dos Miados e Latidos, que realiza resgates de cães e gatos e os encaminha para a adoção. Atua em São Paulo e no Rio de Janeiro.
adoção gatos SP, adoção gatos RJ, adoção cachorro SP, adoção cachorro RJ
1266
single,single-post,postid-1266,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Solidariedade: conheça a Confraria dos Miados e Latidos

gato_adocao_sp

03 fev Solidariedade: conheça a Confraria dos Miados e Latidos

Em meio a tanta coisa que precisa ser equilibrada no mundo, ainda bem que sempre tem gente querendo fazer o bem e dedicando seu tempo em prol dos bichinhos, como é o caso do pessoal da ONG Confraria dos Miados e Latidos, que você vai ter o prazer de conhecer agora.

A organização surgiu no ano de 2007 e, dentro do Estado de São Paulo, se tornou a pioneira em Capturar-Esterilizar-Devolver (CED), técnica bastante utilizada em países europeus e nos Estados Unidos, cujo principal objetivo é o controle da população felina e canina “sem dono”. O CED consiste em capturar os animais abandonados ou nascidos nas ruas, castrá-los e devolvê-los aos mesmos locais em que foram encontrados.

A Confraria dos Miados e Latidos atua na zona norte da cidade de São Paulo e em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro. A proposta do projeto é hospedar os gatinhos e cãezinhos em lares temporários em vez de abrigá-los no mesmo local – para, assim, prover bem-estar aos bichinhos, evitando a aglomeração de animais e a disseminação de doenças.

No site da ONG, você encontra o perfil de alguns animais para adoção e suas respectivas características. Aliás, cada ser tem um nome mais chique que o outro, como Moira McTaggert, Albert King e tem até a lenda do jazz, Thelonious Monk, na versão felina.

Os paulistanos e friburguenses que se interessarem em adotar um fofucho da Confraria devem estar atentos a alguns critérios, tais como a obrigatoriedade de telas de proteção nas janelas (independentemente do andar) para quem mora em apartamento e, no caso de quem mora em casa, os muros devem ter mais de três metros de altura e o portão deve ser vedado para impedir que o animal tenha acesso à rua.

Quem não vai adotar (por ora), mas quer dar uma mãozinha para a ONG, não faltam opções na seção “Como Ajudar” do site. Além de oferecer sua humilde residência como lar temporário para os pequenos seres, você pode se voluntariar para ir brincar com os animais, doar ração e outros itens para os pets, podendo também doar dinheiro, participar de rifas, sorteios e divulgar o projeto nas redes sociais.

Então, que tal já começar a ajudar aqui mesmo compartilhando a informação?

 

PS: Este lindinho da capa é o Hans Solo. Ele tem dois meses e já foi castrado e vacinado. Está pronto para ser adotado. Interessou? Clique aqui.

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.