Portal Melhores Amigos | Será que meu cachorro está com febre? Saiba como identificar
4793
single,single-post,postid-4793,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Será que meu cachorro está com febre? Saiba como identificar

27_Jan

15 dez Será que meu cachorro está com febre? Saiba como identificar

Cães também podem desenvolver febre, tal qual os seres humanos.

Mas a febre em si não deve ser encarada como uma doença, e sim um sintoma de que algo no corpo está reagindo a uma infecção. Casos de hemorragia também podem desencadear esse quadro. Porém, esse tipo de evento é mais raro, ou reação normal de um pós-operatório, ou nascimento de filhotes.

Ou seja, em primeiro lugar, é importante não entrar em pânico, já que animal com febre significa animal com energia para combater algo que não está correto. Ele está em recuperação.

“No caso dos cães, a temperatura corporal tem uma média maior do que a temperatura do corpo humano. Pode acontecer, eventualmente, que algum tutor veja uma temperatura entre 38º e 39º, e concluir que o animal está com febre”, comenta o médico-veterinário Carlos David Castro. No entanto, esses números estão na média! Valores elevados para caninos estão acima de 40º.

Mas há outros sintomas, que de forma geral, são sinal para ficar alerta com a saúde do seu cão, com ou sem temperatura elevada.

Entre eles, falta de apetite e falta de ânimo, tremores, olhos lacrimejando, irritação e focinho quente e seco. Ele também pode rosnar sem motivo aparente quando alguém tenta interagir.

“Além de apontar uma provável febre, fatores como falta de apetite e animal prostrado, desanimado, podem ser indício de dor. Como nossos amigos de patas não sabem falar, essas são maneiras de ele avisar que não está legal”, prossegue o veterinário. Essas pistas por si, já são uma boa deixa para levá-lo ao veterinário.

Para tirar a dúvida, de toda forma, é possível medir a temperatura com um termômetro digital. Utilize um aparelho exclusivamente para seu pet. É necessário introduzir cerca de 2 cm do termômetro no ânus do animal e aguardar cerca de dois minutos. Após a medição, lave o equipamento com um lenço embebido em álcool.

“É recomendável que esse procedimento seja feito em uma clínica veterinária, pois alguns animais são muito agitados, e alguns idealmente tem de ficar deitados, e todo esse procedimento pode causar acidentes”, alerta Castro.

Mas com ou sem a medição com termômetro, algumas medidas podem ajudar a diminuir uma febre alta.

-Ofereça água fresca em abundância

-Cubra-o com uma manta, se tiver tremores

-Dê um banho morno no animal

Na dúvida, não arrisque: leve seu animal a um profissional de confiança!

 

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.