Portal Melhores Amigos | Saúde dentária dos roedores: roer é o melhor remédio
485
single,single-post,postid-485,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Saúde dentária dos roedores: roer é o melhor remédio

destaque

19 mai Saúde dentária dos roedores: roer é o melhor remédio

Pássaros voam, cães latem, gatos miam e roedores roem. A vida de um roedor gira em torno de desgastar seus dentinhos roendo objetos e alimentos, seja ele um hamster, uma chinchila, um porquinho da índia ou uma capivara. Se este desgaste não ocorrer de maneira adequada, seu bichinho poderá enfrentar muitos problemas de saúde.

“Os roedores possuem crescimento contínuo dos dentes e o seu desgaste é necessário”, explica Carlos Alexandre Pessoa, médico veterinário, especialista em clínica médica e cirúrgica de animais silvestres, proprietário da clínica Animal Exótico de São Paulo e diretor da empresa CURSOS.VET.BR.

De acordo com o veterinário, os problemas que mais aparecem na clínica estão relacionados à oclusão dentária dos roedores – ou seja, a forma com que os dentes se relacionam entre si. Os problemas de oclusão podem ser causados por diversos fatores, como “fraturas de dentes ou até mesmo pela perda dos mesmos, além do fator genético”, conta o especialista.

Quando mantidos como pet, os roedores devem “alimentar-se de matéria fibrosa em sua maioria e, assim, estimular movimentos mastigatórios contínuos, os quais promovem o desgaste dos dentes”, descreve o médico veterinário.

Para evitar e prevenir a ocorrência de problemas dentários, é importante “adquirir animais saudáveis e de procedência confiável, além de prover uma dieta balanceada”, relata Dr. Alexandre. “Após instalado o processo ou quadro, o desgaste dos dentes com equipamentos adequados, sob anestesia geral, são necessários”, orienta o especialista.

 

 

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Postar um comentário