Portal Melhores Amigos | Quais os cuidados devemos ter com a infestação de insetos nas rações
4693
single,single-post,postid-4693,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Quais os cuidados devemos ter com a infestação de insetos nas rações

28_Out

13 out Quais os cuidados devemos ter com a infestação de insetos nas rações

Infestação de insetos em pacotes de ração. Esse é um problema que donos de cães, gatos e outros animais de estimação vêm enfrentando há anos, mas ela pode ser evitada com cuidados simples, dentro de casa. É verdade que a evolução dos processos de produção e distribuição têm melhorado, mas essa manutenção pós-compra é essencial.

 

E são vários os motivos para a incidência de infestações de insetos em alimentos petfood, explica Laís Guimarães Alarça, coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento de Produto da Nutrire. “A maior parte dos motivos está relacionada ao armazenamento ou acondicionamento incorreto desses alimentos”, aponta.

 

Para ajudar, a Abinpet – Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação e suas empresas associadas lançaram uma cartilha para instruir e engajar distribuidores, lojistas e consumidores.

 

Na cartilha é possível encontrar uma série de orientações para diversos públicos e descobrir quais os tipos de insetos são mais comuns no pet food. Mas, para ter uma ideia, “os principais tipos de insetos que podemos encontrar em alimentos pet food são moscas, baratas, carunchos e as eféstias, que são pequenas mariposas que costumam depositar seus ovos em alimentos ricos em grãos e outros alimentos”, acrescenta Alarça.

 

Consequências para o pet

 

Em relação à propagação de doenças, os cuidados com a saúde dos pets são os mesmos que seguimos para a saúde humana, explica Alarça. “Por mais que dificilmente o animal venha a ter algum problema grave de saúde pela presença ou até mesmo a ingestão desses insetos, eles podem ser vetores de bactérias e outros micro-organismos”. Então, o ideal é que sejam tomados todos os cuidados para evitar que ocorra a presença e contato destes com o alimento dos pets.

É importante lembrar que faz parte do instinto desses animais caçar insetos desse tipo, seja por brincadeira ou para alimentação. No entanto, a indicação correta é sempre observar se há presença destes insetos no alimento para os animais de estimação. Caso encontre, é preciso descartar completamente.

Como evitar insetos na ração?

 

Para começar, quem tem pet em casa deve estar atento à ração antes mesmo de comprar! É preciso garantir que a embalagem desse alimento esteja íntegra, sem furos ou rasgos, por menores que sejam.

 

Após a compra, medidas simples podem reduzir significativamente a incidência desse problema. “Um exemplo simples ilustra que podemos, em casa, reduzir a probabilidade de infestação de insetos nas rações. Deixar o alimento em contato direto com o chão, encostado em paredes e em outros locais inapropriados deve ser uma prática eliminada da rotina”, diz a representante da Nutrire.

 

É imprescindível fechar corretamente a embalagem após o uso. Outra medida que muitos podem estar deixando de lado é colocar a ração em outro recipiente. “Apesar de ser uma medida cuja intenção é o cuidado, retirar o produto da embalagem original e acondicionar em outro recipiente pode criar a brecha para a infestação de insetos. É necessário armazenar o alimento de forma correta: para o varejo, é ideal manter o produto na embalagem original, ainda no ponto de venda. E na residência do consumidor, vale a mesma regra”, conclui Laís Alarça.

 

 

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.