Portal Melhores Amigos | Problemas Comuns em Tartarugas Domésticas
4627
single,single-post,postid-4627,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Problemas Comuns em Tartarugas Domésticas

18_Ago

04 ago Problemas Comuns em Tartarugas Domésticas

Tartarugas, cágados e jabutis têm ganhado o espaço de cães e gatos como animais domésticos por serem pequenas e fáceis de cuidar. Mas como todo animal, alguns cuidados específicos com a alimentação e abrigo não devem ser ignorados. É o que explica o médico veterinário Leonardo Giovanetti Neto. “Como a temperatura corpórea das tartarugas depende da temperatura ambiente, é preciso ter uma atenção maior, pois se o local está muito quente, ela vai superaquecer, da mesma maneira, se estiver muito frio, pode ocorrer hipotermia”, ressalta.

 

Além disso, esses animais, segundo Giovanetti, também estão sujeitos a algumas doenças. “É preciso que o tutor fique atento para sinais que possam indicar alguma patologia”, lembra. “É importante destacar que não se deve tentar medicar seu pet sem orientação médica. Por isso, procure um veterinário”.
– Infecções respiratórias: essas espécies sofrem muito com problemas respiratórios principalmente quando existem mudanças bruscas de temperaturas apresentando os seguintes sintomas como respiração pela boca, secreções nasais em alguns casos mais graves de aspecto purulento, perda de apetite (anorexia) e debilidade. Recomendamos sempre aumentar a temperatura da água para que o sistema imunológico seja reforçado

Diarréia e constipação: a boa alimentação faz parte de um método de prevenção a problemas gastrointestinais, evite sempre uma alimentação em grandes volumes que certamente acarretará em diarréias, e em caso de constipação na maioria das vezes se deve a não inclusão de fibras na dieta ou em alguns casos o tamanho do aquário reduzido poderá desencadear essa alteração. Caso isso aconteça procure banhar a parte de baixo da carapaça com água morna e corrigir a dieta fibrosa. E a diarréia para ser prevenida devemos manter a água limpa do aquário e a higiene da tartaruguinha

Problemas oculares: as tartarugas são muito propensas a terem problemas oculares sendo seus sinais muito aparentes como olhos fechado e/ou inchados bem como a perda de apetite. Esse problema pode ser corrigido com administração de vitamina A e lavagem dos olhos com soro fisiológico. Em caso de não se resolver com essas medidas leve imediatamente a um profissional especializado em animais exóticos

Piramidismo: trata-se de um problema envolvendo o casco do animal onde se observa espessamento do casco promovendo uma elevação do mesmo. Normalmente esse fato ocorre em deficiências nutricionais podendo também ser ocasionada por falta de umidade e exposição solar excessiva, e também algumas doenças endocrinológicas. Portanto deve-se obter um diagnóstico precoce do problema para que não haja complicações mais sérias adiante

Lesões: não são especificamente patologias, mas podem levar a complicações caso não sejam tratadas. Essas lesões podem aparecer em quedas, ou quando uma tartaruga morde ou arranha a outra, nesse caso deve-se proceder a limpeza da região afetada com água e sabão neutro e consequentemente desinfecção da ferida com iodo diluído em água.  “Caso sua tartaruga tenha uma ferida mais profunda leve imediatamente ao seu veterinário para maiores cuidados”, conclui Giovanetti.

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.