Portal Melhores Amigos | Por que os cães “rodam” antes de deitar para dormir?
É quase um ritual de boa noite. Antes de deitar na caminha, dormir e sonhar com os ossinhos que vai comer, todo cão que se preze roda em torno de si mesmo. Mas, por quê? E para quê?
1461
single,single-post,postid-1461,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Por que os cães “rodam” antes de deitar para dormir?

cachorro caminha

25 abr Por que os cães “rodam” antes de deitar para dormir?

É quase um ritual de boa noite. Antes de deitar na caminha, dormir e sonhar com os ossinhos que vai comer, todo cão que se preze roda em torno de si mesmo. Mas, por quê? E para quê?

Segundo a veterinária Tatiane Faria, da PreVet Home, a “mania” é uma herança genética usada para se defender de predadores: “no passado, os cães rodavam antes de deitar para detectar a direção do vento e, por consequência, determinar para qual direção o odor do seu corpo seria espalhado. Por fim, após o giro, eles se deitavam em uma posição que julgavam ser mais privilegiada para perceber a aproximação de predadores”.

Como não precisam mais se defender de predadores, o roda-roda virou, nada mais que, um vestígio, uma herança de seus antepassados que não tem mais função. No entanto, nem por isso, os cães o deixam de fazer.

Outras heranças genéticas

Além de rodar antes de se deitar, os cães mantêm, também, outros tipos de comportamentos herdados dos ancestrais: “o fato do cachorro, principalmente o macho, levantar a pata para urinar, trata-se de uma herança genética que tem o objetivo de demarcar território. Quanto mais alto o ponto atingido pela urina, maior será o poder de dissipação do odor para detecção de outros cães”.

Outro vestígio genético é raspar a pata no chão: “o cheiro de um cão é muito concentrado nas patas, devido à presença de glândulas sudoríparas nesta parte do corpo. Quando o animal raspa a pata no chão, ele tem o objetivo de deixar rastros com o cheiro intenso do seu próprio corpo naquele ambiente”.

 

Larissa Godoy
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.