Portal Melhores Amigos | Os sinais de envenenamento em animais
4078
single,single-post,postid-4078,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Os sinais de envenenamento em animais

Post_portalmelhoresamigos_3

22 mar Os sinais de envenenamento em animais

Cães e gatos são animais curiosos, que gostam de explorar lugares e descobrir odores e sabores. Nós, os tutores, gostamos de acompanhar suas travessuras, mas, às vezes eles se metem em cada encrenca…

O envenenamento é uma delas – e das mais graves. Acontece quando o pet come, bebe ou lambe uma substância não indicada. Há muitas dessas substâncias, inclusive nas nossas casas: medicamentos, produtos de limpeza e higiene, e mesmo algumas plantas (azaleia, mamona, copo-de-leite) e alimentos (abacate, cebola, chocolate).

“Para evitar as intoxicações o ideal é manter tudo isso longe do alcance dos animais. Os produtos e alimentos devem ser guardados em locais aos quais eles não têm acesso”, afirma a médica veterinária Mayara Ramos da Silva.

Acidentes e descuidos acontecem, então fique atento também aos primeiros sintomas de envenenamento. Os mais comuns são:

  • Fraqueza e/ou apatia
  • Salivação, vermelhidão e/ou secreções bucais
  • Inchaço
  • Taquicardia
  • Vômitos e/ou diarreia
  • Tremores – e até convulsões

“A rapidez é essencial para a recuperação do animal. É preciso levar o animal imediatamente ao veterinário para evitar níveis de envenenamento mais difíceis de reverter”, diz Mayara. “Vale lembrar também que a intoxicação pode ser aguda ou crônica. Ou seja, há casos em que o cãozinho exibe efeitos apenas momentâneos. No entanto, a longo prazo, pode apresentar sérios problemas de saúde”.

 

Os primeiros sinais de envenenamento são: salivação, vômitos, inchaço, vermelhidão na boca, taquicardia, diarreia, tremores, secreções bucais e até convulsões. Caso seu cãozinho apresente estes sintomas, procure imediatamente um veterinário. Rapidez é essencial para a recuperação do animal.

 

Quais são as principais causas de envenenamento e como evitá-las

As causas de intoxicação em cães variam bastante, coisas como overdose medicamentos, raticidas, inseticidas, algumas plantas também podem ser venenosas para os cães (azaleia, espada de São Jorge, mamona, anturio, copo-de-leite, bico-de-papagaio, espirradeira, etc.) e até alguns alimentos (chocolate, abacate, alho, cebola, etc.)

Para evitar as intoxicações o ideal é manter tudo isso longe do alcance dos animais, deixar os produtos e alimentos em local em que o cão não tenha acesso.

Lembrando que a intoxicação pode ser aguda ou crônica, então muitos casos o animal não tem efeito momentâneo mas a longo prazo poderá ter problemas de saúde.

 

– Quais são os sintomas? Alguns, como vomito ou diarreia, são relativamente comuns, não? Eles costumam vir acompanhados de outros, mais facilmente identificáveis?

Depende do que foi ingerido, mas geralmente o animal pode apresentar vomito, diarreia, sangue nas fezes, letargia, apatia, sialorreia (salivação excessiva), convulsão e coma em casos mais graves.

– O que fazer em primeiro lugar caso você desconfie de envenenamento?

Levar o animal imediatamente ao veterinário evitando assim chegar a níveis mais difíceis de reverter quando chegar a ter sinais neurológicos

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.