Portal Melhores Amigos | Dicas de verão para seu pet curtir tranquilo
3928
single,single-post,postid-3928,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Dicas de verão para seu pet curtir tranquilo

Post_portalmelhoresamigos_9

17 dez Dicas de verão para seu pet curtir tranquilo

Se você sente as altas temperaturas do verão, imagine o seu pet, que tem o corpo coberto de pelo! Pois é, o calorão pode até mesmo causar estresse nos animais.

Um dos primeiros cuidados importantes é com a alimentação. “Evite dar sobras dos alimentos que estão na sua mesa. Divida a quantidade diária de alimento em porções menores, e ofereça o para cães ou gatos mais vezes ao dia, de três a quatro vezes por exemplo, sempre respeitando a quantidade ideal para o tamanho do animal. Não exagere, poisas sobras na tigelinha podem fermentar com o calor, o que atrai insetos, outros animais e estraga o alimento. Já água, deve ser oferecida à vontade, sempre limpa e fresca”. Quem dá as dicas é a médica-veterinária Luciana Pellegrino, líder técnica e de Treinamento da Nestlé Purina para América Latina.

Também é necessária atenção redobrada com o sol. Apesar da pelagem, os pets também podem sofrer queimaduras e insolação. “Preste atenção no local onde o seu animal de estimação costuma ficar. Se ele fica exclusivamente em áreas externas, deve ter um espaço com sombra,ventilado e coberto onde possa se abrigar, já que além do sol mais forte e altas temperaturas, esse é um período de chuvas intensas. O risco de insolação não pode ser descartado: os sintomas podem ser a respiração ofegante, pele seca e quente, temperatura corporal elevada, batimento cardíaco rápido, desmaios e desânimo e ausência de resposta a comandos. Se notar algum desses sintomas, leve-o ao médico veterinário imediatamente”, alerta Pellegrino.

E como o sol é um fator de risco, fique atento também à melhor hora para os passeios. “Idealmente, leve seu pet para passear no começo da manhã, ou à noite, horários mais frescos e de sol menos intenso. O próprio chão quente pode machucar e queimar as patinhas do animal. Sempre leve água, e se ele tiver se alimentado, espere pelo menos uma hora para para passear e brincar”.

E vale a pena tosar o animal para aliviar o calor? Depende do tipo de pelagem. “Curiosamente, quando o animal é tosado, essa prática pode aumentar o ganho de calor. O motivo é que o pelo mais curto permite que a radiação solar vá direto à pele do seu pet. Capriche na escovação, que deve ser feita diariamente para animais de pelo mais longo. Banhos devem ser dados semanalmente, ou de acordo com a recomendação do tipo de pelagem – banhos em excesso podem retirar a oleosidade natural, o que pode fragilizar e predispor a pele do seu pet aos desequilíbriose, por consequência,àsenfermidades”.

Viagens com pets

Pet no carro é uma festa, mas existem cuidados são essenciais para uma viagem segura! Não esqueça do pote com água fresca. Faça pausaspelo menos a cada duas horas, deixe o carro ventilado e fresco, de preferência com o ar condicionado, para que ele possa respirar bem,e nunca o deixe no carro sozinho com o vidro fechado!Leve-o para um passeio rápido nas pausas. Afinal, ele também vai querer esticar as pernas e fazer suas necessidades!

Alimente-o umas duas horas antes da viagem.Assim como os humanos, os animais podem ter enjoo! Não se esqueça de colocá-lo em uma caixa de tamanho ideal para o animal, ou em uma guia apropriada. Verifique quais as mais adequadas para o porte do seu pet, que fique confortável e mantenha a segurança. Não se esqueça: o código de trânsito proíbe pets no banco da frente.

Para transporte em aviões, em viagens nacionais ou internacionais, consulte as regras com o máximo de antecedência possível. Cada companhia aérea tem regras próprias para tamanho da caixa de transporte e o peso do animal que pode ir na cabine ou através de um serviço especial de despacho. Dependendo do destino você precisará de certificados de saúde e comprovantes de algumas vacinas especificas emitidas pelo médico-veterinário.

Idealmente, escolha voos fora dos horários mais movimentados, pois esses momentos são propícios ao atraso, o que pode causar grandes incômodos. Após o pouso, procure imediatamente a caixa de transporte do seu pet. E caso seu animal fique em hotéis para pets, procure conhecer e se informar sobre o local antes da hospedagem, prestando atenção às condições de higiene. E sempre mantenha a vacinação e vermifugação do seu pet em dia, isso garante a segurança dele e de todas as pessoas que convivem com ele.

 

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.