Portal Melhores Amigos | Diamante Mandarim: adorável e fácil de cuidar
1154
single,single-post,postid-1154,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Diamante Mandarim: adorável e fácil de cuidar

imgpsh_fullsize

05 jan Diamante Mandarim: adorável e fácil de cuidar

Ele não tem olhinhos puxados e é mais facilmente encontrado do que uma pedra valiosa. Porém, o diamante mandarim é um passarinho muito fofo e tão precioso quanto o cristal que leva no nome.
Principais características

Também chamado de Zebra Finch (em inglês), o diamante mandarim é originário da Austrália, Indonésia e Timor. “Eles existem em diversas cores, sendo que o original mais encontrado apresenta variações de cinza, marrom e branco. Os machos tem listras na região do pescoço, duas marcas alaranjadas na face, na região da bochecha e pintas brancas nas extremidades das asas”, descreve Marta Brito Guimarães, médica veterinária especialista em animais silvestres da empresa de consultoria VetWings, de São Paulo.

São pássaros pequeninos – medem de 10 a 12 cm, que podem viver em gaiolas de aproximadamente 40 x 40 x 50 cm e se reproduzir facilmente com um ninho de 10 x 10 cm. “O proprietário deve oferecer material, como a fibra de coco, para que os casais consigam confeccionar o ninho”, orienta Dra. Marta.

Cuidados

A boa nova é que o Mandarim é uma espécie bem fácil de cuidar. “Uma vez mantida em gaiola, esta pode ser feita de madeira ou de ferro e deve permanecer ao abrigo de correntes de vento. O contato com as fezes do fundo deve ser evitado por meio de uma grade de proteção”, indica Natalia Philadelpho Azevedo, médica veterinária especialista em animais silvestres, também da VetWings.

“Como são aves basicamente granívoras, podem se alimentar de sementes (painço, aveia, alpiste) e devem receber verduras na dieta – com exceção da alface. Algumas podem gostar de frutas como a maçã. Hoje em dia existem rações peletizadas e farinhadas prontas que podem ser adicionadas à alimentação destes animais”, orienta a especialista.

Curiosidade

Segundo Yamê Miniero Davies, médica veterinária especializada em animais silvestres, igualmente da VetWings, é uma espécie que curte se refrescar na água – como se fosse um Golden Retriever do mundo das aves. “O Diamante Mandarim gosta de tomar banho e por isso não deve faltar uma banheirinha com água fresca na gaiola. No entanto, devemos estar atentos para que ele não exagere em dias frios”, ressalta.

Não tem como não amar um penudinho tão fofo como este, né?

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.