Portal Melhores Amigos | Curiosidades sobre o sono dos gatos
3403
single,single-post,postid-3403,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Curiosidades sobre o sono dos gatos

cat-2554264_1920

19 jan Curiosidades sobre o sono dos gatos

Você sabia que é normal um gato dormir até 18 horas por dia? Eles sonham, gostam de dormir perto de quem gostam, têm uma vida noturna, “pescam” quando estão com sono e tentam ficar acordados, roncam e até “arrumam” o lugar antes de deitar. Essas são algumas curiosidades que a veterinária Beatriz Alarcon listou sobre o sono dos bichanos – nossos dorminhocos prediletos.

A veterinária lembra que os gatos têm uma vida mais ativa à noite, quando ficam acordados e dormem durante o dia. “Eles podem dormir de 16 a 18 horas por dia. Isso é normal. Muitos donos ficam preocupados por terem apenas um gato e trabalharem o dia todo. Mas esse é o período em que eles dormem. Não há solidão. Se quiser ter outro gato para fazer companhia, eles vão dormir juntos durante o dia e quando o dono chegar a noite ambos vão querer brincar”, esclarece. O fato dos gatos dormirem durante o dia e saírem a noite para caçar faz com eles sejam vistos também como independentes. Esse hábito, no entanto, é uma herança instintiva já que as presas, como ratos, também têm uma vida mais noturna.

Se o número de horas de um gato jovem dormindo impressiona, entre os idosos a quantidade de horas dormidas pode chegar a 20. Pode acontecer também dos bichanos roncarem, dependendo da posição que estiverem deitados. Só há sinal de alerta quando o comportamento surge de uma hora para outra e o dono percebe que seu bichinho nem está em sono profundo. Quando estão dormindo retos e não em caracol, como de costume, também pode ser um sinal de dificuldade respiratória.

Quando o gato está dormindo de língua para fora significa que está muito relaxado. Você pode fazer barulhos e ele não acorda. Antes de iniciar o sono, muitos deles têm rituais como de afofar o local que vão deitar, rodar um pouco e ronronar. Beatriz considera que os gatos podem dormir com os donos sem maiores problemas nem para os animais, nem para os humanos. “A não ser que o dono tenha bronquite alérgica. Eles costumam dormir ou perto do pé ou da cabeça. Isso é, aliás, bom sinal, pois eles só dormem perto de quem gostam”, explica a veterinária. Mesmo que o dono empurre o seu gato involuntariamente durante a noite isso não costuma machucá-los.

Para além disso, o lugar em que devem dormir costuma ser livre, pois eles gostam de explorar o ambiente todo. No calor, os bichanos costumam se afastar, mas voltam a se aproximar no inverno. Quando estão cansados, mas querendo interagir com o movimento da casa é comum que deem “pescadas” sentados, revirando os olhinhos. Já os sonhos existem na vida deles, mas são bem menos frequentes do que nos cães, por exemplo.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.