Portal Melhores Amigos | Como evitar que seu cão enterre seus pertences
Entenda porque seu cachorro enterra suas coisas.
1326
single,single-post,postid-1326,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Como evitar que seu cão enterre seus pertences

cachorro_enterra_buraco

01 mar Como evitar que seu cão enterre seus pertences

É muito comum o cão ganhar um ossinho novo e ir logo arranjando um canto para esconder ou até enterrar seu tesouro de roer. Porém, este comportamento de “guardar” ossos pode acabar se estendendo para outros objetos inusitados como brinquedinhos, chinelos e até telefones celulares – ninguém está a salvo.

Para reverter este comportamento de esconder coisas, é preciso entender como funciona este mecanismo na cabecinha do seu cão e saber que faz parte do instinto natural dele manter suas coisas em um local protegido e seguro – mesmo que estas coisas não lhe pertençam de fato.

De onde vem o comportamento de enterrar coisas?

Alguns séculos atrás, quando os cães eram selvagens, eles viviam em matilha e compartilhavam o espaço e os alimentos. Neste período, era preciso caçar para se alimentar, o que demandava bastante tempo e energia. Desta forma, quando conseguiam matar algum bicho para comer, a primeira coisa a se fazer era esconder a presa da concorrência, já que os outros predadores logo sentiriam o aroma de banquete no ar.

Ao enterrar a caça, os cães não só conseguiam disfarçar o cheiro de carne e sangue do animal abatido, como também conservavam o alimento em boas condições para uma refeição futura – caso não conseguissem comer tudo de uma vez. Ou seja, enterrar significava sobreviver.

Como amenizar este comportamento

Agora, um cão domesticado, que recebe suas refeições regularmente, não precisa se comportar desta maneira, já que sua sobrevivência não depende de esconder as coisas. Então, se o seu cachorro é um “enterrador” nato, pode ser que este instinto esteja sendo estimulado de alguma forma.

Dar muitos petiscos, ossinhos e brinquedos pode levar seu cãozinho a pensar que ele não vai dar conta de todas essas maravilhas de uma vez e por isso é preciso “guarda-las para depois”. Claro que você pode e deve ser generoso com seu pet, mas não peque pelo excesso – animais gostam das coisas simples da vida também.

Já quando seu amigo canino resolve pegar as suas coisas e esconde-las, é bem provável que ele esteja querendo chamar a sua atenção, meio que te convidando para brincar. Cachorros são espertos e sabem o quanto você valoriza o controle remoto da TV ou o celular, por isso, eles vão sumir com aquilo que você vai sentir falta.

Como estamos falando de instintos caninos, temos que ter em mente que este comportamento pode ser amenizado, mas não totalmente extinto. Portanto, o melhor a se fazer é dificultar o acesso do animal a estes objetos “valiosos” e não encher seu pet de guloseimas e brinquedos. Uma única bolinha velha e mastigada pode ser mais que suficiente para que você interaja com o seu cãozinho e ofereça algumas das coisas que ele mais aprecia neste mundo – carinho e atenção.

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.