Portal Melhores Amigos | Como cuidar dos roedores no calor?
2190
single,single-post,postid-2190,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Como cuidar dos roedores no calor?

porquinho-da-india

20 out Como cuidar dos roedores no calor?

O verão está se aproximando e os dias começam a ficar ensolarados e bem quentes. Alguns pets sofrem bastante nesta estação do ano e os roedores estão entre eles. Diferente de outros animais, eles não suam, o que seria uma maneira eficaz de eliminar o calor e equilibrar a temperatura do corpo. Em geral, eles liberam calor pela respiração e, dependendo da espécie, pelas orelhas ou cauda.

André Grespan, médico veterinário da clínica Wildvet, destaca que esses pets têm hábitos noturnos devido às temperaturas mais amenas. “Eles não estão adaptados para suportar temperaturas elevadas e com grande umidade. As chinchilas, em especial, sofrem muito, podendo até morrer em temperaturas elevadas”, diz. Segundo o veterinário, os sintomas de um estresse térmico são visíveis. O roedor apresenta letargia geral, movimentos lentos, come pouco e tem respiração ofegante. O tutor precisa ficar de olho!

O Dr. dá algumas dicas para o bem-estar do roedor no verão:

Local da gaiola

O ideal é posicionar a gaiola dentro da casa num lugar que não receba sol diretamente. Não deixe a gaiola ao ar livre! Fechar as persianas e cortinas durante o dia pode manter sua casa mais fria naturalmente, pois bloqueiam melhor os raios solares e evitam o aquecimento interno. Feche as janelas durante o dia e abra-as à noite para manter a temperatura da casa mais baixa. Se houver ar-condicionado, procure deixá-lo a 23ºC. Placas de mármore, granito e azulejos colocados dentro na gaiola podem ajudar também. Ao deitar-se sobre a placa, o animal mantém-se frio. São materiais baratos e fáceis de adquirir.

Ar fresco

A falta de ar fresco pode ser prejudicial para a saúde do seu roedor e contribui ainda mais para doenças respiratórias e estresse térmico. Sendo assim, na falta do ar-condicionado, é aconselhável utilizar ventiladores para distribuir melhor o calor e ar fresco, porém, evite apontar o ventilador diretamente para a gaiola do seu roedor, isso pode causar problemas respiratórios.

Cubos de gelo

Cubos de gelo (de água ou sucos naturais) para lamber também proporcionam refresco em temperaturas elevadas. Certifique-se de colocar os cubos em uma tigela ou dentro das garrafas dos bebedouros.

Garrafas de água congelada

Se o roedor de estimação está em risco de ser superaquecido com um golpe de calor, há algumas ações que podem ser adotadas para resfriá-lo rapidamente. “Se observar sinais de superaquecimento, deve-se agir rápido para arrefecer o roedor e potencialmente salvar sua vida”, aconselha o veterinário. Uma das sugestões é congelar garrafas de água e colocá-las em torno da gaiola do roedor. Se o calor é um problema na sua casa, é recomendável ter várias garrafas de água em seu freezer. Outra sugestão de Grespan, é alimentar o roedor com alguns vegetais ou frutas congeladas. “Algumas sugestões saborosas são: morangos, maçãs, bananas, pepinos e cenouras, porém, essa solução é de curto prazo”, adverte.

O veterinário lembra que todo tipo de estresse a longo prazo leva à queda de imunidade e, consequentemente, ao surgimento de inúmeras doenças, incluindo desde infecções intestinais até pneumonia. “O estresse térmico culminando em hipertermia pode levar o animal a óbito em poucos minutos por falência cardiorrespiratória”, observa Grespan.

Muito cuidado sempre. Siga nossas dicas e divirta-se com seu roedor por vários verões!

 

Por Ana Carolina Barbosa
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.