Portal Melhores Amigos | Cães e gatos trocam os dentes?
3563
single,single-post,postid-3563,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Cães e gatos trocam os dentes?

cute-3096097_1920

02 mai Cães e gatos trocam os dentes?

Sabemos que, assim como os humanos, cães e gatos são mamíferos. Mas existem tantas diferenças intrínsecas entre as espécies que certas questões parecem confundir (com motivo) muitos donos de pets. Afinal de contas, nossos melhores amigos também trocam os dentes?

Segundo a médica veterinária Ana Julia Cagnassi, sim – e é fácil perceber este momento: quando filhotes, os bichinhos mordem muitos objetos, e até mesmo nossas mãos e pés, justamente pelo incômodo que o processo traz. “Mas isso acontece muito mais rápido com eles: a dentição primária ocorre dentro do útero materno e os dentes surgem entre três e 12 semanas”, explica.

Também existem diferenças entre cães e gatos no desenvolvimento da arcada dentária. Enquanto cachorros possuem 28 dentes decíduos (de leite) e 42 permanentes, bichanos trazem 26 dentes de leite e 30 permanentes. A troca de dentição acontece entre três e sete meses com os cachorros e entre três e cinco meses com os gatinhos.

Durante esta troca, é comum que seu pet demonstre algum incômodo, graças ao desconforto causado pelos dentes amolecidos e pela erupção dos permanentes. “Especialistas em odontologia veterinária não recomendam a escovação neste momento, pois se o animal sentir dor ele pode associar a escovação e não aceita-la no futuro”, completa Ana.

Dentro do complexo universo canino, diferentes raças podem apresentar predisposições específicas para determinadas condições – como a dentição dupla, quando o dente de leite persiste em ficar na boca do pet, mesmo quando o permanente está surgindo. Ana especifica que raças de pequeno porte estão neste “grupo de risco”, como maltês, yorkshire, poodle, pinscher, entre outros. “Neste caso, é importante consultar um veterinário para que ele possa realizar a extração do dente de leite”, pontua.

É muito importante ficar sempre de olho no comportamento do seu pet, especialmente em fases de maior mudança – como na troca de dentes. Como nossos bichinhos não sabem comunicar-se de uma maneira tão direta conosco, cabe a nós o cuidado de tornar a jornada dele a mais confortável e divertida possível.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.