Portal Melhores Amigos | Brincar sem machucar: como controlar a agressividade nas brincadeiras de seu gato?
3153
single,single-post,postid-3153,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Brincar sem machucar: como controlar a agressividade nas brincadeiras de seu gato?

gato brincadeira violenta

22 ago Brincar sem machucar: como controlar a agressividade nas brincadeiras de seu gato?

O gato é um dos animais mais queridos dos humanos por conta de seu comportamento dócil e carinhoso. Entretanto, o que fazer quando seu bichano de estimação não sabe brincar e acaba machucando você e seus convidados com as unhas?

Segundo Aline Soares Barbosa, médica-veterinária especializada que atua na clínica Gattos, a diferença entre brincar e machucar é inserida na vida dos felinos muito cedo, quando eles ainda convivem com a mãe e os demais filhotes da ninhada. Como parte dessa interação, eles aprendem a corrigir excessos e comportamentos agressivos. Por isso, gatos que foram afastados da família muito cedo podem ter problemas em compreender os limites da agressividade.

Aline explica que, caso seu gato se comporte dessa maneira, existem maneiras de corrigi-lo. “As brincadeiras devem ser estimuladas com objetos próprios para isso (varinhas com penas, lasers ou bolinhas de papel) e nunca com as nossas mãos ou pés, pois desta forma o gato irá associar o corpo dos tutores com brinquedos e podem desenvolver comportamentos de ‘ataque’ que acabam machucando”, comenta a veterinária.

Ela também indica que donos reforcem estímulos positivos, com petiscos, por exemplo, quando o gato se comportar de maneira correta. Já estímulos negativos não são recomendados. “Reforços negativos (como espirrar sprays de água na face do gato) não funcionam. Ele provavelmente associará este evento à pessoa que o realizou, e não ao seu próprio comportamento”, conclui a especialista.

Da Redação
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.