Portal Melhores Amigos | Vacinas são importantes e seguras – mas preste atenção a possíveis reações
4279
single,single-post,postid-4279,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Vacinas são importantes e seguras – mas preste atenção a possíveis reações

17_set

03 set Vacinas são importantes e seguras – mas preste atenção a possíveis reações

As vacinas são fundamentais para a saúde e o bem-estar dos animais de estimação. Sem elas, a probabilidade de que eles contraiam doenças como raiva, cinomose e hepatite – entre outras – aumenta, e muito!

As vacinas simulam uma doença infecciosa de forma segura, sem causar doenças ou efeitos colaterais graves. Isso ocorre através da aplicação de fragmentos de vírus e bactérias atenuados ou inativados, que estimulam o sistema imunológico a produzir anticorpos contra determinada doença. Assim, o organismo fica protegido.

É verdade que, de vez em quando, porém, elas podem desencadear algumas reações indesejadas. Essas reações ocorrem, principalmente, com filhotes e cães de porte pequeno. Mas vale lembrar que qualquer pet pode apresentar.

Mas, de todo modo, não caia em boatos que de vez em quando se espalham por aí! Toda vacina é intensamente testada antes de ser liberada ao público – isso vale tanto para humanos como para pets.

Muita calma nessa hora

Algumas das reações mais comuns e leves:

  • Corpo dolorido
  • Febre
  • Sensibilidade, inchaço ou vermelhidão no local de aplicação

O que fazer nesses casos?

Primeiramente, é importante ficar calmo. Além disso, como explica a médica veterinária Tatiane Gomes Fernandes, alguns cuidados podem colaborar para que o pet fique mais confortável.

“Evite tocar no local da aplicação e deixe o pet em repouso durante o dia, evitando grandes estímulos ou mesmo banho após a vacina”, afirma. “Nunca administre nenhuma medicação por conta própria. Em vez disso, converse com o médico veterinário sobre a necessidade de administrar algum analgésico após o procedimento”.

Reações que exigem atenção

Agora, se o pet tiver alguma reação incomum e exagerada, é preciso procurar ajuda do médico veterinário imediatamente!

As reações mais incomuns vistas e com certo grau de gravidade são:

  • Tremores
  • Agitação
  • Coceira
  • Edema de face e pescoço
  • Salivação excessiva e vômitos

É importante destacar que vômitos podem ser provocados por outros motivos, não diretamente relacionados à vacina. “Muitos cães quando vão ao veterinário se deslocam de carro com o tutor, e às vezes apresentam intolerância com o balanço do veículo, tornando mais comum esse tipo de sinal clínico”, observa Tatiane.

De todo modo, por menor que seja a reação, acompanhe sua evolução nas 24 horas seguintes ao procedimento. E, na próxima vez que for vacinar seu pet, não se esqueça de alertar o profissional sobre essa reação.

Ah, e uma última lembrança: independente das reações, as vacinas devem estar sempre atualizadas! Seu pet agradece.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.