Portal Melhores Amigos | Tartarugas precisam de menos atenção
4144
single,single-post,postid-4144,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Tartarugas precisam de menos atenção

Post_portalmelhoresamigos_8

30 abr Tartarugas precisam de menos atenção

As tartarugas são os répteis mais amigáveis para conviver com humanos, famosas por sua longa expectativa de vida. São uma excelente opção de primeiro pet para crianças. Além disso, muitas vezes nos ensinam muito sobre a responsabilidade de cuidar e respeitar o animal.

Adaptam-se facilmente a pequenos espaços e não requerem muito tempo de seus donos. São independentes, tranquilas e não oferecem risco para o lar. No entanto, também precisam de atenção para se desenvolver de forma saudável. Conheça os cuidados com as tartarugas.

Mas, segundo o veterinário Rafael Barbosa, os cuidados com esses animais são essenciais para preservar a saúde deles e todos a sua volta. “Saber cuidar de um animal de estimação significa entender seu organismo e respeitar suas necessidades específicas”, afirma Barbosa.

De acordo com o veterinário, as tartarugas domésticas são divididas em dois grandes grupos: aquáticas e terrestres. Cada uma precisa de atenção específica para preservar sua boa saúde.

A vida de uma tartaruga aquática doméstica se desenvolve dentro do aquário. Essa é a sua casa e por isso é muito importante escolhê-la conscientemente. “Ela precisa de espaço para nadar e se mover livremente. Portanto, o tamanho do aquário (ou terrário) deve ser 4 ou 5 vezes o tamanho do animal”, diz.

Barbosa lembra que as tartarugas aquáticas podem crescer bastante até a idade adulta. “Recomenda-se optar antecipadamente por um aquário maior e evitar despesas desnecessárias. Quanto maior o espaço, melhor será a sua qualidade de vida”, explica.

As tartarugas se hidratam, respiram e se alimentam debaixo d’água. Portanto, para garantir sua saúde, é necessário fornecer água limpa e fresca. Idealmente, o aquário deve ter um sistema de filtro. Faça também uma limpeza semanal do seu interior (inclusive troca de água).

Já as tartarugas terrestres, afirma Barbosa, não precisam de um ambiente tão elaborado. Muitas pessoas optam por deixá-las soltas em casa. “É uma decisão mais arriscada, mas não é errada”, alerta. “O mais seguro é comprar um terrário para a tartaruga terrestre doméstica. A lógica do tamanho é a mesma que a da tartaruga marinha. O espaço deve ser 4 a 5 vezes maior do que o animal. Também precisam de um ambiente quente com incidência de luz solar ou iluminação artificial”.

Alimentação equilibrada

A alimentação é o aspecto fundamental do cuidado das tartarugas. A dieta diária deve fornecer os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável de sua espécie.

Os répteis geralmente precisam de uma hidratação mais modesta do que a dos mamíferos para preservar o bem-estar de seu organismo. As tartarugas marinhas se hidratam em seu próprio habitat. E para as terrestres é essencial fornecer água fresca e limpa com frequência.

Barbosa explica que os dois tipos de tartarugas alimentam-se de forma diferente. Enquanto o terrestre é predominantemente vegetariano, a marinha deve ingerir mais proteínas e gorduras animais. “Existem alimentos comerciais para tartarugas marinhas e terrestres. É a maneira mais prática de garantir uma dieta adequada para o seu animal de estimação”, diz. “No entanto, você pode escolher fazer um alimento caseiro e natural para uma tartaruga. É melhor consultar um veterinário para equilibrar os nutrientes”.

 

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.