Portal Melhores Amigos | Saiba quais raças de cães têm mais afinidade entre si
4451
single,single-post,postid-4451,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Saiba quais raças de cães têm mais afinidade entre si

05_Mar

21 fev Saiba quais raças de cães têm mais afinidade entre si

“Já tenho um cachorro e quero um irmãozinho de quatro patas para ele. Qual raça devo escolher?” Essa dúvida passa pela cabeça da grande maioria das pessoas que decidem adquirir um segundo cão. A resposta começa exatamente na raça do seu bichinho atual.

De acordo com a médica veterinária Livia Romeiro, do Vet Quality Centro Veterinário 24h (www.vetquality.com.br), as centenas de raças existentes no mundo são divididas em grupos que incluem características similares, como temperamento e desenvolvimento.

“Quando pensamos em ter o convívio de duas raças distintas, o ideal seria a busca por cães presentes no mesmo grupo. Isso facilita, pois normalmente animais no mesmo grupo possuem o mesmo nível de energia, temperamento bem similar e diversas outras característica muito parecidas”, aconselha a profissional.

O contrário é verdadeiro. Escolher raças de grupos com comportamento muito diferente pode gerar comportamentos conflituosos entre os cães. “Alguns grupos apresentam características mais de trabalho, que são animais com maior energia. E outros grupos são formados por cães de temperamento mais tranquilo. Ter dois cães, sendo um de cada um desses grupos, pode trazer problemas, pois o nível de energia muito diferente pode gerar um desconforto entre eles”, afirma.

“Para cães sem raça definida, o mais importante seria determinar em que grupo ele se enquadra, se é um cãozinho mais quieto como os de companhia, se é mais caçador como os terriers, se fica mais vigilante como os cães pastores. Aí, sim, buscamos o seu novo parceiro com temperamento similar”, diz Livia.

Após a escolha da raça do segundo cão, a dica é conhecer detalhadamente todas as características dele. “Desta forma, saberemos se o novo cãozinho está próximo ou não das características do seu próprio cão. Quanto mais próximo for o temperamento, melhor será a interação e parceria entre eles”, aconselha Livia.

Criador legal

“Criadores responsáveis são as melhores fontes para se descobrir tudo, sobre determinada raça. E estarão dispostos a orientar e ajudar a encontrar o cão perfeito para você”, completa a especialista.

Para saber mais informações sobre criação responsável, acesso a Campanha Criador Legal, iniciativa recente de entidades do setor pet brasileiro que defende a fiscalização dos criadores de animais de estimação por autoridades competentes do governo: http://institutopetbrasil.com/criadorlegal/.

Fazem parte da iniciativa o Instituto Pet Brasil (IPB), a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), a CBKC, a Anclivepa Nacional, a Federação Ornitológica do Brasil (FOB) e a Confederação Brasileira de Criadores de Pássaros Nativos (COBRAP).

 

Veja a seguir os grupos e exemplos de raças similares:

 

Grupo 1 (pastores e boiadeiros)

Pastor alemão, pastor belga, border collie, bouvier de flandres, pumi

Grupo 2 (pinscher, schnauzer, molossos, boiadeiros suíços)

Pinscher, schnauzer, são bernardo, shar pei, dobermann

Grupo 3 (terriers)

Fox terrier, norfolk terrier, cairn terrier, bull terrier

Grupo 4 (dachshund)

Dachshund (teckel)

Grupo 5 (spitz e primitivos)

Akita, chow chow, shiba, lulu da pomerânia, husky siberiano

Grupo 6 (sabujos e rastreadores)

Basset, beagle, bloodhound, dálmata

Grupo 7 (cães de aponte)

Setter, braco, perdigueiro, weimaraner, pointer

Grupo 8 (retrievers, levantadores e de água)

Golden retriever, cocker spaniel inglês, barbet, cão d’água português

Grupo 9 (cães de companhia)

Lhasa apso, pug, poodle, shih tzu, chihuahua, maltês

Grupo 10 (galgos e lebreiros)

Greyhound, saluki, borzoi, whippet

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.