Portal Melhores Amigos | Qual a importância em criar cães de raça?
4672
single,single-post,postid-4672,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Qual a importância em criar cães de raça?

06_Out

30 set Qual a importância em criar cães de raça?

Criar é preservar. Ao longo da história, as várias raças caninas se desenvolveram e se adaptaram às necessidades, sendo parceiras do homem. A criação dos cães de raça pura deve ser responsável, com devido estudo e reprodução adequada, observando sempre a saúde e o bem-estar do animal.

 

 

Para garantir que a parceria histórica entre humanos e cães ganhe cada vez mais capítulos, é preciso que o proprietário seja extremamente responsável antes mesmo de adquirir um cão de raça.

 

 

“Antes de escolher um cão de raça pura, é preciso estudar a raça para prever as todo o esforço e investimento em estrutura, tempo e dedicação do proprietário para que ela tenha uma vida feliz e saudável”, explica Fábio Amorim, Presidente da Confederação Brasileira de Cinofilia – CBKC, uma das entidades membro da Campanha Criador Legal da Abinpet.

 

 

O Portal Melhores Amigos separou algumas informações relevantes ao criador que pretende adquirir um cão de raça.

 

es de raça e suas habilidades

Existem mais de trezentas raças caninas em todo o mundo. São animais excepcionais com habilidades variadas. Guarda, pastoreio, lide de gado, companhia, caça, farejamento e mesmo assistência para pessoas com deficiência física ajudam o homem no seu dia a dia.
 

“São essas características natas que possibilitam sua atuação como guias de cego, assistência para autistas, segurança em portos e aeroportos, controle biológico de pragas, busca e salvamento em desastres naturais e até detecção de doenças”, acrescenta Amorim.

 

 

Para quem estiver pesquisando mais sobre alguma raça específica, em www.cbkc.org/racas a CBKC publicou todos os padrões de raça reconhecidas ou em processo de reconhecimento pela Federação Internacional Cinológica (FCI).

 

Como saber que um cão tem raça pura?

 

O pedigree é a ferramenta adequada para saber da pureza de uma raça canina. O documento é um registro do cão, como a nossa Identidade. Nesse documento, emitido pela CBKC, estão dados como: nome do cão, nome do criador, número do microchip, nascimento, cor e sexo. Além disso, estão registrados todos os dados de três gerações da sua linhagem ou seja, sua árvore genealógica.

É imprescindível saber da origem e história do cão que se pretende adquirir. Assim, é possível prever a presença de alterações genéticas e doenças, até mesmo evitar cruzamentos consanguíneos.

 

Ao escolher um cão de raça pura, o proprietário deve receber o Pedigree CBKC. Lembrando que no Brasil, apenas a CBKC registra pedigrees reconhecidos pelo maior sistema cinófilo do mundo, regido pela Federação Cinológica Internacional (FCI). O canil é responsável por dar entrada no registro da ninhada do filhote que deve ser feito no Kennel Club.

 

Responsabilidades do proprietário

 

Embora existam muitas raças de cães que agradam a todos, para adquirir um cão de raça, é preciso muito estudo do proprietário que deseja criar um. Primeiramente, é imprescindível escolher um cão de raça pura vindo de um criador responsável.

 

 

Ao escolher o cão, observe se consegue garantir o bem-estar do animal, de acordo com o espaço em que ele irá conviver. Além disso, esteja preparado financeiramente, e verifique se tem acesso a profissionais veterinários competentes. As necessidades específicas de saúde envolvem acompanhamento veterinário, controle de vacinas, vermífugos e medicamentos.

 

 

As responsabilidades não param por aí. Higiene, alimentação, hidratação e estrutura adequadas, além do tempo dedicado para passar junto do cão são essenciais para sua qualidade de vida.

 

 

“Cada uma das raças tem, dentro de um padrão, características que preveem questões como comportamento, necessidade de espaço, o tamanho, o tipo de pelo. Todas as informações básicas para que essa pessoa já adquira seu cão sabendo de tudo que precisa para dar a ele uma família e uma vida feliz e digna”, finaliza Amorim.

 

 

Criar é amar, respeitar e preservar. A CBKC tem uma Cartilha da Boa Criação, pensada junto à Comissão de Criadores da CBKC, com todos os detalhes necessários para que os cães vivam de forma feliz e confortável: https://cbkc.org/artigos/ler/cartilha_da_boa_criacao

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.