Portal Melhores Amigos | Peixe Betta: fama de briguento, mas muito especial
64
single,single-post,postid-64,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive
1803_peixe_pso_destaque

18 mar Peixe Betta: fama de briguento, mas muito especial

Originário da bacia do rio Mekong, no sudeste da Ásia, o peixe Betta é fácil de ter e cuidar. Por isso, é bastante encontrado nos aquários domésticos Brasil afora. Pensando nisso, seguem algumas informações para guiar quem tem ou pretende ter um destes belos animais.

De acordo com Arsênio Caldeira Baptista Júnior, médico veterinário especialista em animais aquáticos da clínica Tukan, em São Paulo, o Betta apresenta muitas variações de cor e de formato das nadadeiras, principalmente os machos. Inclusive, existem competições nacionais e internacionais que julgam a beleza dos Bettas baseadas nessas características.

Mas, além da aparência, é preciso levar em conta a personalidade desses peixes. Segundo o especialista, “os machos se agridem pelo domínio de território e necessitam ser isolados. O macho tem que ser o único do aquário. Já as fêmeas convivem em relativo equilíbrio”.

Apesar disso, Bettas são pacíficos com outras espécies, exceto em poucas situações. “Eles não ficam à vontade em aquário com água movimentada, nem com companheiros excessivamente agitados. Além disso, as nadadeiras do macho são muito atrativas para outros peixes, que podem facilmente ficar incitados a mordiscá-las”, explica o Dr. Arsênio.

O melhor habitat para um Betta é “alojado em aquário próprio, com filtragem, aquecimento, substrato (cascalho) e plantas naturais. Em outras palavras: aquários de 500 ml – as chamadas beteiras − são tecnicamente inadequados para o peixe. Um aquário de 4 a 5 litros, provido de pequeno filtro, com baixa movimentação da água, aquecedor/termostato, substrato e plantas naturais é o ambiente ideal para um espécime de Betta”, orienta o especialista.

Para adquirir o seu Betta, Dr. Arsênio ressalta a importância de procurar lojas especializadas e com credibilidade reconhecida. E, sempre que necessário, solicitar o auxílio de um médico veterinário.

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.