Portal Melhores Amigos | Pets podem ser destros, canhotos ou ambidestros
1869
single,single-post,postid-1869,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Pets podem ser destros, canhotos ou ambidestros

catdog-canhoto

01 ago Pets podem ser destros, canhotos ou ambidestros

No mundo humano, a forma mais fácil de descobrir se uma pessoa é destra, canhota ou ambidestra é observar qual mão ela usa para escrever/desenhar: a direita, a esquerda ou as duas. Uma tarefa bem óbvia e simples, não é?

Mas, e os pets? Será que eles também são “divididos” assim?

“Diversos estudos revelam que, assim como os seres humanos, cães e gatos têm a tendência de utilizar mais um lado do corpo do que outro. Muitos animais organizam seus cérebros de maneira similar ao dos humanos”, conta Cassia Mourão, adestradora da equipe Cão Cidadão, empresa especializada em adestramento em domicílio e consultas de comportamento animal, que atua em diversas regiões do Brasil.

A adestradora explica que a diferença está nas proporções: enquanto nos seres humanos a grande maioria (por volta de 90%) é destra e somente 10% são canhotas, nos animais o lado a ser utilizado é mais amplo e uniforme.

“Segundo um estudo realizado pela Universidade de Manchester, em 2006, os cães estão divididos em 50% canhotos e 50% destros, que é um resultado muito mais uniforme do que o apontado em outros animais domésticos, como os gatos, por exemplo, que são 50% destros, 40% canhotos e 10% ambidestros”, aponta Cassia.

Como descobrir se seu pet é destro, canhoto ou ambidestro

Agora que você sabe que existe esta tendência no interior de seu pet, não dá mais pra segurar a curiosidade em saber qual lado do corpo ele prefere usar para as tarefas diárias, né?

Claro que não vai adiantar você dar um caderninho e caneta para seu bichinho e pedir para que ele escreva o próprio nome (se esta tática funcionar, larga tudo e liga pra NASA). Mas a boa notícia é que você não precisa de um laboratório científico para descobrir isso, basta ser paciente e observador.

“Saber qual lado do corpo os animais utilizam mais requer muita observação e paciência. Ensiná-los a dar a pata é um ótimo exercício para constatar qual das patinhas eles “entregarão” com mais facilidade. Caso, você perceba que o animal utiliza as duas patas, sem ter uma preferência notável, é bem provável que ele seja ambidestro”, indica Cassia.

Outra maneira de descobrir o lado de preferência do seu pet é esconder, embaixo de um banco ou sofá, um pedaço de petisco e observar qual pata o bichinho usará para resgatá-lo.

“Estes exercícios podem ser feitos tanto com cães como com gatos, mas no caso dos felinos é preciso ter muita paciência e sensibilidade, respeitando a personalidade de cada animal. Um ótimo exercício para os bichanos é brincar com eles de vara e observar qual pata eles usam para bater no brinquedo”, orienta a adestradora.

O Portal Melhores Amigos adverte: brincar com seu pet para realizar esta descoberta científica pode ser altamente viciante.

 

Por Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.