Portal Melhores Amigos | O que são FIV e FeLV em gatos?
3543
single,single-post,postid-3543,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

O que são FIV e FeLV em gatos?

cute-3273789_1920

18 abr O que são FIV e FeLV em gatos?

 

Se você tem um gato em casa é bom ficar atento com o comportamento e sinais no pelo do bichano. Principalmente se ele for daqueles que gostam de dar passeios noturnos pela vizinhança. É que existem duas doenças crônicas que os felinos transmitem entre si que afetarão seriamente a saúde de seu pet.

O FIV (vírus da imunodeficiência felina), também popularmente conhecido como AIDS felina é transmitida principalmente pela saliva do gato, explica o médico veterinário, Ricardo Gardim, da Clínica Veterinária Hungária, em São José dos Campos. Por isso, não se trata de uma zoonose.

Gatos machos adultos com acesso a rua e comportamento agressivo são os mais comumente afetados, porém gatos sadios que compartilham os mesmo objetos que gatos infectados podem se contaminar também e, além disso, mães infectadas podem transmitir para os filhotes através da placenta ou pelo próprio ato de limpar os animais lambendo-os, devido a isso, a indicação é de que toda gata diagnosticada com FIV seja castrada.

Uma vez infectado, o animal pode desenvolver problemas de pele e deficiência imunológica, tornando-se altamente susceptível a doenças.

Sinais clínicos não são muito específicos: anorexia, perda de peso, depressão. Anormalidades mais comuns em exame são neutropenia (diminuição de células do sistema imunológico), e anemia não regenerativas (persistentes).  O teste de FIV mais comum é o snap test (conhecido como teste rápido) que visa a detecção de anticorpos anti-FIV.

 

Leucemia felina

Já o FeLV (vírus da leucemia felina) também é transmitido pelo contato direto frequente ou prolongado de animais infectados ou por ingestão de água e alimento contaminados, além de (menos frequentes) secreções (leite, urina e fezes).

Gatos jovens que vivem em bando com contato íntimo são os mais susceptíveis à essa infecção.

Os sinais clínicos mais comuns são leucemia (câncer no sangue), linfossarcomas (tumor maligno, câncer), síndromes mieloproliferativas (doenças no sangue) e imunossupressão (redução da eficiência do sistema imunológico).

O teste rápido de FeLV diferentemente do de FIV visa a detecção de antígenos do vírus no sangue do animal.

Os testes são feitos com amostra de sangue total, plasma ou soro.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.