Portal Melhores Amigos | O que a alimentação dos sachês tem de tão especial para os felinos?
3771
single,single-post,postid-3771,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

O que a alimentação dos sachês tem de tão especial para os felinos?

Sachê gato

12 set O que a alimentação dos sachês tem de tão especial para os felinos?

Ao mínimo sinal de abertura do sachê, os felinos miam alto e correm para perto dos donos ansiosos para desfrutarem dessa comidinha úmida e perfumada. A maioria dos donos de gatos conhece bem esse episódio quando oferecem os sachês aos seus felinos. Mas, será que eles já pararam para pensar o que esses sachês têm de tão de especial para seus gatinhos? A veterinária Natália Lopes revela o que há de mais atrativo nesse tipo de alimento para os gatos.

 

 

“O alimento úmido remete à preferência instintiva dos felinos. Isso porque, na natureza, eles preferem se alimentar de pequenas presas, organismos com alto teor de água, assim como a umidade do alimento presente no sachê’, conta a veterinária. Além da textura parecida com a alimentação ancestral e aroma que atrai os animais, os sachês são formulados para atender à preferência instintiva dos nutrientes. “Eles possuem níveis precisos de proteínas, gorduras e carboidratos, indispensáveis para a nutrição adequada do animal”, acrescenta.

 

 

E como administrar a alimentação de sachê de forma equilibrada?  A veterinária explica que todas as rações que indiquem “alimento completo e balanceado” atendem aos requisitos nutricionais dos animais. “Desta maneira, os gatos podem se alimentar 100% de alimento seco, 100% de alimento úmido ou misturando os dois tipos, o que chamamos de mix feeding e na quantidade correta, todas as suas necessidades nutricionais estarão garantidas”, esclarece Natalia. Por isso, o sachê pode ser fornecido todos os dias como nutrição complementar ou também ser exclusivamente a alimentação escolhida para o animal.

 

 

A respeito das quantidades a serem fornecidas ao animal, em ambos os casos, o tutor deve considerar as orientações presentes na tabela de racionamento da embalagem, que indica qual a porção adequada caso a alimentação seja exclusiva com o alimento úmido ou qual a porção de alimento seco, que deve ser substituída pelo alimento úmido. “Além disso, o médico veterinário é o profissional mais capacitado para indicar o sachê ideal para o seu gatinho. Existem fórmulas específicas para atender necessidades nutricionais relacionadas ao crescimento, pelagem, controle de peso, castração, formação de bolas de pelos e senilidade”, comenta.

 

 

Se o gato não se interessar pela alimentação úmida do sachê, ele não está com nenhuma disfunção.  “Pode acontecer de um gato domesticado, que nunca fora exposto ao alimento úmido, não se adaptar com a comida do sachê”, acrescenta a veterinária. Por isso, contanto que ele se alimente com uma ração seca completa e balanceada sua nutrição será adequada, promovendo bem-estar e saúde para os felinos.

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.