Portal Melhores Amigos | O “oi” canino: por que os cães cheiram os bumbuns uns dos outros?
Pode até parecer uma forma estranha de cumprimentar alguém, mas os cães cheiram os bumbuns uns dos outros para dizer “olá” há séculos. Inclusive, é uma forma muito eficaz para os cachorros descobrirem várias informações sobre seus amigos. Quer saber quais? A gente explica.
1501
single,single-post,postid-1501,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

O “oi” canino: por que os cães cheiram os bumbuns uns dos outros?

cachorros cheirando varias raças

02 mai O “oi” canino: por que os cães cheiram os bumbuns uns dos outros?

Pode até parecer uma forma estranha de cumprimentar alguém, mas os cães cheiram os bumbuns uns dos outros para dizer “olá” há séculos. Inclusive, é uma forma muito eficaz para os cachorros descobrirem várias informações sobre seus amigos. Quer saber quais? A gente explica.

Como você sabe, cães têm um faro extraordinário, entre 10 mil e 100 mil vezes mais apurado que o dos humanos, segundo a Sociedade Americana de Químicos. Nossos amigos peludos possuem mais de 225 milhões de sensores olfativos em seus narizes. Enquanto uma pessoa tem “míseros” 5 milhões.

Por conta deste superpoder, os cães são muito requisitados, por exemplo, para dar suporte a policiais em muitos países – inclusive no Brasil –, seja para encontrar drogas escondidas em malas nos aeroportos ou farejar um corpo em decomposição a quilômetros de distância.

Então, por que não farejar quais petiscos saborosos  seus amigos peludos têm devorado? Com poucas fungadas no traseiro alheio, um cachorro consegue definir, por exemplo, o sexo, a dieta do colega, se ele está doente, no cio e até seu estado emocional. Isto porque moléculas de cheiro e feromônios liberadas pela glândula anal canina contam uma espécie de “biografia” do cão.

Ainda de acordo com a Sociedade Americana de Químicos, cheirar o derrière de outro cão também é uma forma de medir o status social dos dois. Cachorros que se farejam ao mesmo tempo são iguais. Já um cão submisso esperará sua vez, aguardando até que o cão dominante termine sua investigação olfativa primeiro.

Curioso, não?

 

 

Marina Maciel
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.