Portal Melhores Amigos | Mito ou “sexto sentido”: por que os gatos somem antes morrer?
3268
single,single-post,postid-3268,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Mito ou “sexto sentido”: por que os gatos somem antes morrer?

cat-sad-old

23 out Mito ou “sexto sentido”: por que os gatos somem antes morrer?

Seu gatinho, que já está velho, anda muito doente e, de repente, afasta-se de casa por mais tempo que o normal. Você lembra então que ouviu falar que alguns fazem isso antes de morrer. Mas esse seria mais um mito ou os felinos têm mesmo essa capacidade de pressentir quando chegou a hora? Para tentar entender melhor o comportamento desses animais, conversamos com o adestrador André Poloni, acostumado a lidar com esses pets. Veja a entrevista a seguir:

 

Os gatos pressentem quando vão morrer? Por que eles “somem” quando estão muito doentes?

Não podemos afirmar isso. Não se sabe se a morte já era prevista ou se o animal acabou morrendo por estar muito debilitado. Mas muitos não fazem isso, e falecem no seu próprio lar.

 

Os gatos percebem quando outro gato da casa está prestes a morrer?

Não podemos afirmar isso, mas sabemos que os gatos são capazes de detectar feridas e infecções de outros indivíduos através de seu faro e também que percebem a fraqueza do oponente pelo comportamento dele na hora de andar. Logo, o gato seria capaz de identificar que um indivíduo está muito debilitado.

 

É preciso se preocupar quando um gato se esconde? Isso pode ser sinal de alguma doença ou faz parte do instinto desse animal?

Por viverem solitários na natureza, os gatos acabam sendo precavidos na hora de arrumar uma briga, partem para cima se acham que irão ganhar, mas, por outro lado, quando demonstram fraqueza, os outros aproveitam essa hora para expulsá-lo daquele território. Sendo assim, devemos nos atentar se nosso gato fizer qualquer coisa fora do comum. Se ele não tem o hábito de se esconder, preocupe-se quando ele fizer isso!

 

Ouvimos bastante sobre os gatos terem sete vidas e sobre a independência desses animais, mas devemos nos preocupar com a resistência física e com o emocional dos gatos?

Os gatos são animais que, mesmo sendo criados por humanos há muito tempo, participam da seleção natural por terem uma vida mais livre, ao contrário dos cães, por exemplo. Então, principalmente os gatos de rua, na maioria das vezes, acabam sendo mais espertos e resistentes, o que faz parecer que têm mais vidas. Mas é sempre importante se preocupar muito, não só com gatos, mas com qualquer animalzinho pet. Evitar a fuga dos gatos, oferecer atividades físicas e alimentos de excelente qualidade são importantes para o seu animalzinho.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.