Portal Melhores Amigos | Melhor idade: como cuidar do gato idoso
Gatos idosos precisam de cuidados especiais.
como cuidar de gato velho, cuidados gato velho, cuidado gato idoso
1272
single,single-post,postid-1272,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Melhor idade: como cuidar do gato idoso

cuidados_gato_idoso

05 fev Melhor idade: como cuidar do gato idoso

O envelhecimento é um processo natural e todos os seres vivos irão passar por ele. O ser humano é o bicho que tem mais problema com isso e se entope de química e cirurgia plástica para evitar a velhice; já outros animais ficam “numa nice” quando se tornam idosos, desde que recebam todos os cuidados que a melhor idade requer.

Os gatos, quando criados como pets, costumam viver até os quinze anos de idade ou mais. A longevidade de animais de estimação, como cães e os próprios bichanos, vem aumentando de maneira progressiva – dos anos 80 pra cá, a expectativa de vida dos pets felinos e caninos dobrou. Por isso, vale ter um cuidado especial com seu camarada velhinho.

Mesmo que seu gato tenha o eterno “espírito de garotão”, depois que ele atingir uma certa idade, seu corpinho e seu pique já não serão mais os mesmos. “Normalmente, ao longo dos anos de suas vidas, os animais idosos deverão desenvolver algumas patologias. Por isso, devemos manter sempre as vacinas em dia, visitar regularmente o médico veterinário e, juntamente com ele, discutir os melhores tratamentos pertinentes aos problemas específicos do envelhecimento”, recomenda Gelson Genaro, professor do Centro Universitário Barão de Mauá, em Ribeirão Preto, especialista em bem-estar felino.

Além disso, existem alguns cuidados com os gatos velhinhos que os próprios tutores devem prover em casa. “De modo geral, devemos lembrar que nosso amigo idoso deve ser manipulado com cuidado. Provavelmente, ele terá dores nas costas e nas juntas, mais ou menos como nossos avós. Lembrando também que ele deverá receber alimento específico para sua idade avançada – hoje temos uma gama de opções de rações e suplementos”, indica Gelson.

Segundo as orientações do especialista, os locais que seu gatinho idoso mais aprecia devem ser mantidos limpos e possíveis de serem alcançados – já que a agilidade felina também diminui com a idade.

Colocando em prática as recomendações citadas acima, é quase garantido que seu gatinho idoso terá o conforto e bem-estar que ele merece nesta fase especial de sua existência. Pitadas de amor, carinho e atenção não podem faltar nunca na vida do seu pet. “Portanto, não deixe de interagir e brincar com seu gato”, enfatiza Gelson.

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.