Portal Melhores Amigos | Investir no mercado pet
4589
single,single-post,postid-4589,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Investir no mercado pet

14_Jul

01 jul Investir no mercado pet

O mercado pet está em franco crescimento no Brasil. Isso tem levado muita gente a optar por investir no segmento. Afinal, o setor movimentou R$ 22,30 bilhões no país no ano passado. Mas num mercado competitivo que é o de pet shop, as dúvidas também são muitas.

Para auxiliar os empreendedores, projetos setoriais voltados ao desenvolvimento e inovação para capacitar, ajudar no crescimento de empresas e movimentar a economia estão a disposição. Um deles é o PDI PET (Programa de Desenvolvimento e Inovação das Empresas do Setor Pet), que tem como objetivo ajudar empresas do país a atender públicos mais exigentes, seja no Brasil ou no exterior.

O PDI PET tem como público-alvo empresas do setor pet, de qualquer tamanho e espécie, com estruturação em três pilares: capacitação, reciclagem e melhoria contínua. Cada pilar está dividido em quatro áreas de especialização: Inteligência de Mercado, Marketing, Promoção de Negócios e Imagem.

De acordo com o IPB (Instituto Pet Brasil), responsável pelo projeto, além de ser totalmente gratuito, o PDI PET tem quatro principais diferenciais: acesso a informações exclusivas, benefícios ao usuário, formação profissional e interatividade do projeto com o negócio.

Dentro desses quatro diferenciais, as empresas são avaliadas e organizadas em grupos, de acordo com critérios pré-estabelecidos pela plataforma do programa, que é totalmente seguro e confiável. O programa identifica pontos de melhoria e, por meio de cursos a distância, ajuda empreendedores a evoluírem em cinco estágios, que duram seis meses. O desempenho é avaliado ao final de cada estágio.

O programa tem parceria da Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Veja o passo a passo para participar neste link (http://pdipet.com.br/) e inscreva-se.

Não é só pet shop

O investidor não precisa necessariamente montar uma clínica veterinária, um hospital veterinário ou um pet shop. É possível explorar ainda todo o potencial do segmento com serviços cuja demanda vem aumentando ainda mais com o passar dos anos.

Entre os exemplos estão ofertar pet food, montar uma farmácia com medicação manipulada ou mesmo um SPA para cuidar da beleza e bem-estar dos pequenos pets.

  1. Pet Food

Em primeiro lugar está o setor de alimentação, que inclui rações, snacks, bifinhos e petiscos em geral.

  1. Pet Serv

O segmento de serviços faz parte do setor o adestramento, comércio, hotéis e creches.

  1. Pet Care

Foca em produtos de cuidados para pets como equipamentos, acessórios, higiene e beleza.

  1. Pet Vet

Os medicamentos veterinários se destaca devido aos brasileiros darem grande importância à saúde dos animais.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.