Portal Melhores Amigos | Gatos e bolas de pelo: como evitar o problema
827
single,single-post,postid-827,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Gatos e bolas de pelo: como evitar o problema

bola_de_pelo_gato

15 set Gatos e bolas de pelo: como evitar o problema

Não deve ser muito agradável escovar os cabelos e engolir todos os fios que saíram da sua cabeça, né? Nojeiras à parte, é praticamente isso o que acontece com os gatinhos quando eles se banham. Eles acabam engolindo muitos pelos – o que pode ocasionar a famosa bola de pelo.

“As bolas de pelo são frequentes em animais de pelo longo. Elas são regurgitadas, sendo possível identifica-las no vômito do animal”, explica Gelson Genaro, professor do Centro Universitário Barão de Mauá, de Ribeirão Preto, especialista em bem-estar felino.

O problema pode ser tratado de diversas maneiras, sendo a escovação e a alimentação as formas mais simples e preventivas. “Se o animal for escovado com elevada frequência, minimizaremos o quadro. A escovação é fundamental para evitar que o gato engula seu próprio pelo ao se higienizar – comportamento que executa diariamente e que deve ser o foco da atenção do seu tutor. Também existem alimentos específicos que ajudam a amenizar a situação”, orienta Gelson.

No entanto, em alguns casos, quando o gato já fez um banquete com os próprios pelos, os mesmos só poderão ser removidos por meio de cirurgia. “É importante ressaltar que, se o quadro for recorrente, a situação poderá se agravar, gerando até mesmo a necessidade de intervenções cirúrgicas para a retirada das bolas de pelo”, alerta o especialista.

Portanto, todo tutor de gatos deve consultar seu veterinário para orientá-lo quanto à alimentação e estar sempre munido de escovinha e comidinhas especiais ─ por um mundo sem bolas de pelo e um gatinho feliz!

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.