Portal Melhores Amigos | Gatinhos: cuidados especiais com os filhotes
120
single,single-post,postid-120,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive
1603_gatos_psa_destaque

16 mar Gatinhos: cuidados especiais com os filhotes

Gatos são majestosos por excelência. Quando filhotes, são ainda mais apaixonantes. Para quem está pensando em adquirir um bebê felino, é importante saber que eles têm exigências diferentes dos adultos.

A alimentação deve ser específica para filhotes, que garante todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento deles. “Existem rações para gatinhos de até quatro meses, de quatro a 12 meses e, inclusive, para filhotes castrados”, diz a Dra. Vanessa Zimbres, médica veterinária da clínica Gato é Gente Boa, em Itu, especializada em gatos.

Segundo ela, “é importante, desde cedo, acostumar os gatinhos a aceitarem a alimentação úmida − sachês, latinhas, também específica para filhotes”. Isso porque a ração úmida fornece maior quantidade de proteínas e ajuda a hidratar o corpo dos pequenos.

Outra recomendação da veterinária é desvermifugar os filhotes a partir dos 21 dias de vida, antes de começar o esquema de vacinação. Para gatinhos de 45 a 60 dias, é recomendada a primeira dose da vacina múltipla, que protege contra rinotraqueíte, leucemia felina, entre outras doenças. A segunda dose deve ser dada 21 dias depois e, a partir dos quatro meses de idade, já se pode começar a vacinação antirrábica, de frequência anual.

Também vale lembrar que filhotes muito novinhos podem não conhecer onde devem ou não fazer xixi. Por isso, é importante deixar a caixa de areia higiênica em um lugar de fácil acesso ao gatinho, que, por instinto, irá se habituar a usá-la sempre que precisar. Dependendo do tamanho da casa, pode ser necessário ter mais de uma caixa, posicionadas em lugares estratégicos e muito frequentados pelo filhote.

O melhor a fazer, quando se receber um filhotinho em casa, é procurar a opinião de um veterinário, que saberá orientar sobre os melhores cuidados para seu bichano.

 

 

Por: Paula Saldanha
Nenhum Comentário

Postar um comentário