Portal Melhores Amigos | Doenças mais comuns em cachorros
4312
single,single-post,postid-4312,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Doenças mais comuns em cachorros

18_Out_Ajuste

30 set Doenças mais comuns em cachorros

Assim como os seres humanos, os cães estão sujeitos a uma série de doenças. O problema é que nem todos os sintomas são fáceis de notar e nossos pets não têm como verbalizar o que sentem. Dessa maneira, aprender quais são as doenças mais comuns em cachorros  ajuda na prevenção, lembra a veterinária Rosa Belim.

Para ela, é importante se atentar ao fato de que existem doenças específicas em diferentes etapas da vida de um cão. “Quando filhotes, as doenças mais comuns são as virais e aquelas causadas por protozoários (vermes)”, lembra Rosa. “Nessa fase os sintomas costumam confundir os tutores dos filhotes porque são, em geral, os mesmos em ambas as situações, como diarreia, vômito e falta de apetite”.

Na idade adulta, Rosa destaca que “as doenças mais comuns são aquelas que interferem na saúde e no funcionamento do ouvido, além de problemas de pele, como diferentes tipos de dermatites e otites que podem ser causados por fungos ou bactérias”. Desta forma, lesões de pele, a queda de pelo e uma persistente coceira são sintomas a serem analisados pelos tutores.

Já o cão com a idade mais avançada está propenso a apresentar, segundo Rosa,  doenças de coração, principalmente. Entre os sinais que o seu animal de estimação pode apresentar, caso tenha alguma cardiopatia é a tosse e o cansaço fácil. Rosa lembra, no entanto, que a lista de doenças em cães é mais extensa. A raiva canina, por exemplo, é uma grave doença causada por um vírus, cujo contágio pode acontecer a partir do contato com secreções de outros animais já contaminados; a cinomose, uma doença perigos, e silenciosa que atinge os filhotes com mais frequência, o que aumenta, também, o risco de morte; tem ainda a parvovirose que pode ser percebida pela ocorrência de vômito e diarreia com sangue pois o vírus atinge, principalmente, a medula óssea e o intestino, com alto grau de mortalidade; e a Erlichiose, também conhecida como doença do carrapato, é transmitida pelos insetos que carreguem as bactérias do gênero erlichia. Para manter a saúde do cão em dia, basta aplicar regularmente os remédios para ectoparasitas.

Existem ainda doenças mais simples com as periodontais, provocadas pela falta de uma rotina de higienização dentária, que pode evoluir para um quadro de placa bacteriana que, quando negligenciada, pode causar o apodrecimento dos dentes e afetar o equilíbrio sadio do seu animal; ou as alergias, que são as reações alérgicas que também acometem os animais. Para prevenir-se, é importante observar o comportamento do animal e eventuais sintomas comuns às alergias, como coceiras e ferimentos na pele decorrentes da tentativa de aliviar-se delas”, explica Rosa.

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.