Portal Melhores Amigos | Degeneração das nadadeiras: conheça e previna esse mal
999
single,single-post,postid-999,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Degeneração das nadadeiras: conheça e previna esse mal

peixe_doenca_nadadeira

03 nov Degeneração das nadadeiras: conheça e previna esse mal

Imagine a cena: você está lá “numa nice” observando seu aquário e o vai e vem dos seus peixinhos quando, de repente, nota que as barbatanas dos seus mascotes aquáticos estão todas carcomidas, roídas e manchadas. Se isso acontecer, é bem provável que a população do seu aquário esteja sofrendo da degeneração das nadadeiras.

Não precisa entrar em pânico e nem fazer promessa para São Longuinho curar seus pets aquáticos. Quem já passou por isso sabe que o problema tem solução se forem tomados alguns cuidados específicos.

O que é e como surge?

A degeneração das nadadeiras (chamadas de fin rot, em inglês) é um dos problemas mais comuns no aquarismo e acomete, principalmente, os chamados peixes-labirinto – como, por exemplo, o Betta.

Os principais sintomas da doença são o apodrecimento dos tecidos das nadadeiras que, a princípio, apresentam manchas brancas leitosas que podem evoluir para inflamações na região e a total destruição das barbatanas e cauda dos animais.

Geralmente, ela surge por algum desequilíbrio nos parâmetros do aquário que favoreceu a proliferação de bactérias causadoras da doença, sendo que peixes machucados ou estressados estão mais suscetíveis ao problema.

Como tratar?

O tratamento envolve a troca da água e limpeza do aquário, utilização de bactericidas e fungicidas específicos e adição de sal grosso caso não haja peixes de fundo. Durante o tratamento e recuperação dos peixes, é importante que eles sejam alimentados com comida viva – como artêmias (microcrustáceos).

Quanto mais cedo você tratar a doença, melhores as chances de conseguir recuperar seus peixes. Porém, ao identificar o problema, não vá fazendo uma revolução no seu aquário. Caso seus pets apresentem os sinais mencionados anteriormente, você deve consultar um profissional especializado para diagnosticar devidamente a degeneração das nadadeiras – já que as doenças dos peixes podem apresentar sintomas muito parecidos entre si mas que são causados por agentes diferentes.

E nunca é tarde para dizer que a melhor maneira de evitar que seus peixes fiquem doentes é manter os cuidados com o aquário em dia. Manutenção e prevenção sempre são os remédios mais eficazes, não é mesmo?

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.