Portal Melhores Amigos | Cuidados com Banho & Tosa
3705
single,single-post,postid-3705,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Cuidados com Banho & Tosa

toalha-de-cachorro-depois-do-banho-e-ficou-na-toalha_35903-33

03 ago Cuidados com Banho & Tosa

Uma das partes mais importantes da higiene e saúde do seu pet é, claro, o banho e tosa. Existem muitos serviços específicos para dar o melhor tratamento para seu melhor amigo, mas é comum que muitas dúvidas surjam nesse processo. Para entender melhor os cuidados necessários, o médico veterinário Eduardo Zaneli listou e explicou sete cuidados importantes para este momento:

 

Banho em filhotes

“Por conta da baixa imunidade, os filhotes só devem tomar banho como um animal adulto após os 3 meses de idade, no caso de tomar banho em casa. Para o banho em pet shops, o filhote só deve ir após terminar o ciclo de vacinas, por conta do risco de contrair doenças”, explica. “Para este filhotes, pode-se dar banho com produtos para banho a seco, utilizar ou um pano limpo úmido com agua morna. Importante salientar que não se deve utilizar nada com odor muito forte.”

 

A frequência para banho

Segundo Eduardo, a frequência ideal é de 20 a 30 dias entre um banho e outro. “Banhos em excesso podem retirar a proteção natural da pele e levar a quadros de seborreia oleosa ou seca (caspas)”, avisa. “Se o tutor optar por banhos com menor frequência, vale a pena observar o comportamento da pele, e se necessário, aumentar o intervalo entre banhos. Uma opção muito boa é utilizar produtos de banho a seco para higienização e para aumentar este intervalo”, completa.

 

Mantenha a escovação em dia

Eduardo explica que a escovação tem várias funções muito importantes. “Ela cria um vínculo afetivo maior entre o pet e o tutor, auxilia o tutor a identificar lesões e anormalidades na pele, além de funcionar como uma manutenção diária para o banho”, comenta. “A escovação retira os pelos mortos e higieniza a pele. Escovar o animal antes do banho também facilita a secagem e diminui o tempo de banho.”

 

Produtos para o banho

O médico veterinário vê como essencial que o pet utilize produtos formulados especialmente para sua espécie (cão ou gato). O uso de produtos para humanos não é indicado, pois o pH da pele de nossos amigos é diferente do nosso. “Isso pode levar a distúrbios que causam ressecamento e depois oleosidade por efeito rebote. Quando identificado um problema e recomendado por um médico veterinário a utilização de produtos para tratamento de pele e pelos é muito eficaz”, explica. Sendo assim, para cada caso existe um produto especial: micoses, sarna, alergias, infecções, pulgas e carrapatos, etc.

 

Banho em Pet Shop ou em casa?

O médico veterinário acredita que esta é uma decisão pessoal, a não ser que o animal necessite de algum cuidado especial. “Caso prefira levar ao pet shop, converse com vizinhos e amigos e procure por locais que tenham indicação.

Em casa o animal fica mais tranquilo, mas o banho pode ser demorado, o tutor não ter paciência, tempo, ou até mesmo não ter “jeito” com o banho, o que acaba  estressando mais o animal.”

 

Observe o atendimento e verifique se há um veterinário

Em casos de banhos em pet shops, procure sempre que possível observar o local, conversar e conhecer os profissionais. “O atendimento é um grande diferencial. Existem pet shops que possuem uma vitrine que o proprietário pode observar o serviço, porém ficar no campo de visão do animal, pode deixa-lo ansioso e dificultar o trabalho do profissional e estressar o animal, use sempre o bom senso”, aconselha Eduardo. “Sempre que possível opte por um pet shop que possui um veterinário. Acidentes podem acontecer e ter um veterinário por perto é uma segurança a mais”, completa. 

 

Cuidados com os animais aceitos no Pet Shop

“Pets são locais de grande concentração de animais de todos os locais possíveis.  Cuidados com os animais admitidos, com o ambiente e os prestadores do serviço são muito importantes para a saúde dos de pets e o dos profissionais.

Manter seu animal com vacinas em dia, controle de pulgas e carrapatos, vermífugos, etc, promove a saúde de seu pet e dos outros que frequentam o ambiente.”

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.