Portal Melhores Amigos | Cuidado com os pets durante as festas de fim de ano
4388
single,single-post,postid-4388,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Cuidado com os pets durante as festas de fim de ano

19_dez

17 dez Cuidado com os pets durante as festas de fim de ano

O final do ano chegou acompanhado do Natal e do Ano Novo. Época de comemorar e se divertir muito com sua família, amigos e também com nossos animais de estimação. E para garantir a melhor diversão tanto para você quanto para eles é preciso tomar alguns cuidados com o pet durante as festas de fim de ano, segundo o médico veterinário André Lajarin.

Por seu tamanho e formato, os enfeites natalinos se assemelham a brinquedos e acabam chamando muito a atenção de cães e gatos. Além disso, ainda existem os laços, os galhos da árvore de natal e outros tipos de objetos pontiagudos que podem causar ferimentos na boca do bichinho, ou até complicações ainda mais sérias, caso ele engula o enfeite, lembra Lajarin.

“Luzes pisca-pisca também são um problema. Podem causar queimaduras na língua e no focinho dos bichinhos, além de poder gerar choques elétricos e, em casos extremos, causar alterações neurológicas ou de metabolismo”, lembra o veterinário. “Mantenha os pets bem longe de fios expostos e os enfeites em lugares fora do alcance deles”.

Outro cuidado é com as refeições. Lajarin explica que um dos principais problemas que acontecem com animais durante as festas de fim de ano é a intoxicação alimentar. “Resistir aos pedidos dos pets não é uma tarefa fácil, mas a verdade é que compartilhar restos de comida pode ser muito prejudicial à saúde deles”.

Chocolates são altamente tóxicos para os cachorros e restos de aves podem causar danos à saúde, até mesmo perfuração de algum órgão interno.  “Caso não queira deixar seu pet de fora das comemorações, alguns alimentos próprios podem ser encontrados em pontos de venda específicos. Assim, o risco de ocorrer algum problema alimentar é muito menor”, lembfa.

Além da alimentação, os tutores devem ficar atentos com a queima de fogos de artifício, que infelizmente continua sendo uma tradição no Natal e, principalmente, no Ano Novo. “Essa época do ano gera muito terror e pânico para os animais de estimação. Isso ocorre porque os cães possuem uma audição avançada e super apurada, tornando o incômodo ainda maior”, explica Lajarin. “Permaneça perto do seu melhor amigo e coloque algodão em seus ouvidos, isso pode ajudar a abafar um pouco o som e tranquilizá-lo. Deve-se evitar o uso de medicamentos como calmantes, a não ser que sejam prescritos por um veterinário”, diz .

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.