Portal Melhores Amigos | Conheça o adorável Cocker Spaniel
2525
single,single-post,postid-2525,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Conheça o adorável Cocker Spaniel

cocker-spaniel_DOMINIO-PUBLICO

25 jan Conheça o adorável Cocker Spaniel

O Cocker Spaniel é um cão inteligente e alegre, além de gentil, ativo, brincalhão e afetuoso. É excelente com crianças: adora participar de atividades familiares. Quando falamos no Cocker Spaniel, é difícil não se lembrar da doce personagem Lady, em A Dama e o Vagabundo, de Walt Disney. A médica veterinária e acupunturista no O Tao do Bicho, Ana Carolina Magalhães, conta sobre essa raça tão especial.

Origem

A linhagem moderna é descendente da família Spaniel, um grupo que data da antiguidade, sendo o Cocker um dos mais antigos e conhecidos Spaniels. O nome “Cocker” deriva de cock, galinhola em inglês, uma ave aquática muito apreciada na Península Ibérica. A palavra Spaniel significa “espanhol”. Acredita-se que ele realmente tenha se originado na Espanha e há séculos foi importado para a Inglaterra e, mais tarde, na década de 1870, para os Estados Unidos. Em 1946 os Kennel Clubes americano e canadense reconheceram o Cocker Spaniel Inglês como uma raça diferente do Cocker Spaniel Americano.

Os primeiros relatos documentados de Cockers Ingleses no Brasil são bem mais recentes, datando da década de 1940. Entre as décadas de 60 e 70, o Brasil começou a figurar entre os maiores centros criadores da raça em todo o mundo.

Principais características

Apesar dos olhos redondos e meigos, o Cocker Spaniel é um caçador nato, capaz de trabalhar em terrenos difíceis, tanto em terra molhada como seca. Não é de se surpreender que ele persiga pássaros ou outros animais pequenos quando sai para uma caminhada, por isso, deve-se mantê-lo em uma guia sempre que ele não estiver em área cercada. Além de eventos de caça e rastreamento, é um bom candidato a outros esportes caninos, especialmente competições de agilidade e obediência.

Cockers são geralmente saudáveis, com expectativa de vida de 12 a 15 anos. Uma ninhada pode chegar a oito filhotes, mas, como ocorre em todas as raças de cães, eles são propensos a determinadas condições e doenças: obesidade, alergias, otites e cardiopatias estão entre as mais verificadas.

Estes animais são sensíveis ao tom de voz e responsivos aos elogios, porém, não se esquecem quando tratados com dureza, por isso o treinamento suave resultará em um cão feliz e equilibrado.

Cuidados

Os cães desta raça vivem bem em apartamento, se forem suficientemente exercitados. Porém, o ideal é que tenham um quintal. Como para todos os cães, eles precisam de uma caminhada diária. “Cães que não são levados para passeios diários ou que são tratados como seres humanos com quatro patas acabam com problemas de temperamento ou de comportamento, que vão desde cavar, ladrar ou mastigar objetos, até atacar outros indivíduos. A socialização e treinamento são essenciais para ensinar ao Cocker boas maneiras caninas. Ele precisa ser tratado cuidadosa e gentilmente para que se obtenha o melhor de sua personalidade”, pontua Ana Carolina.

As orelhas longas são parte de sua beleza e um problema de saúde potencial. Segundo a médica veterinária, as orelhas devem ser verificadas e limpas semanalmente para evitar sujeira, vermelhidão, ou mau odor, que podem indicar uma infecção. Fornecer o alimento e água em comedouros fundos e estreitos para o Cocker pode ser uma boa opção. Desta forma, ele pode comer e beber sem que as orelhas caiam dentro da comida ou da água, evitando que elas fiquem úmidas ou sujas. Pendentes próximas ao chão como ficam, elas podem se tornar hospedeiras de carrapatos ou outros parasitas.

O indicado é que todos os cães, independentemente de raça ou idade, passem por uma consulta ao menos uma vez ao ano com um médico veterinário, para um exame geral de rotina, vacinação e esclarecer dúvidas.

Da Redação
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.