Portal Melhores Amigos | Como soltar sua chinchila pela casa?
2898
single,single-post,postid-2898,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Como soltar sua chinchila pela casa?

chinchila-solta_DOMINIO-PUBLICO

05 jun Como soltar sua chinchila pela casa?

Restrinja o espaço a um quarto ou corredor, fechando todas as portas, e esteja certo de que o ambiente não apresenta nenhum perigo para o animal.

As chinchilas são animais enérgicos, que adoram passear e explorar seu ambiente e, por isso, devem ser liberadas da sua gaiola sempre que possível. Mas, para soltar seu bichinho pela casa, não basta só abrir a portinha da gaiola. Veja algumas dicas para deixar seu animalzinho livre para explorar com segurança.

“A liberdade é o melhor “brinquedo” que você pode oferecer ao seu amiguinho. Correr, pular e explorar novas fronteiras é muito saudável, e, além de ótimo exercício, contribui para o bem estar do animal”, explica André Grespan, médico-veterinário da clínica Wildvet. “Mas é importante lembrar que há perigos ao redor e que é necessária supervisão quando elas estão fora da gaiola”, ressalta.

Ao soltar sua chinchila, tente restringir o espaço a um quarto ou corredor, fechando todas as portas, e esteja certo de que o ambiente não apresenta nenhum perigo para o animal, como objetos cortantes, fendas ou buracos, sacadas, varandas e janelas abertas, vaso sanitário destampado ou veneno acessível. “Cuidado especial com fio elétricos, de telefone ou cabos de TV, já que esses pequenos têm fixação por estes materiais e vão roer assim que encontrarem uma oportunidade, o que pode machucar o animal e até mesmo causar acidentes mais graves”.

Escolha um local em que seja fácil capturar o animal, lembrando que móveis pesados ou embutidos podem atrapalhar na hora de voltar com o animal para a gaiola. O especialista ainda aponta que banheiros devem ser evitados para essas aventuras por serem locais úmidos e que podem predispor a problemas de pele, como fungos.

Também é preciso avaliar se o roedor não estará exposto a outro animal que possa atacá-lo. Espaços com muito trânsito de pessoas, que podem pisar ou prensar a chinchila, também não são indicados. Por serem animais de hábitos crepusculares, os melhores horários para soltá-las são de manhã bem cedo ou ao anoitecer, quando o animal naturalmente está mais ativo.

Quando a chinchila estiver solta, deixe-a andar e explorar o espaço, mas cuidado com móveis e outros objetos de madeira, já que elas adoram roer o que encontram pela frente. “Roer paredes e rejuntes também pode ser muito prejudicial. Em geral, a massa corrida contém óxido de zinco além de outras substâncias e pode intoxicar o animal”, avisa o médico.

Uma dica é preparar labirintos com o uso de canos de PVC ligados formando pequenos tuneis e tocas feitas com caixas de papelão. Pequenas guloseimas espalhadas pelo quarto ou no fim do labirinto, como, por exemplo, uvas passas embrulhadas em bolinhas de papel, tornam a brincadeira ainda mais divertida.

Pronto, com tudo organizado, a sua chinchila já pode brincar e passear a vontade com segurança!

Da Redação
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.