Portal Melhores Amigos | Como ocorrem os problemas renais em cães?
problemas renais cachorro, cachorro com problema no rim, doença renal em cachorro
1206
single,single-post,postid-1206,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Como ocorrem os problemas renais em cães?

problemas renais em cães

18 jan Como ocorrem os problemas renais em cães?

Ainda há muitas dúvidas sobre as causas de problemas renais em cães. Idade, infecções e doenças autoimunes ou hereditárias podem desencadear a doença, bem como traumas. No entanto, algumas raças têm maior predisposição para esse mal. É o que explica a veterinária Mayara Ramos da Silva. “Quando ocorre insuficiência renal crônica de maneira genérica, algumas raças são mais predispostas”, diz a especialista.

Entre estas raças estão Beagle, Chow Chow, Cocker Spaniel, Dobermamm, Pinscher, Basenji, Bull Terrier, Cairn Terrier, Pastor Alemão, Shar Pei, Poodle, Lhasa Apso, Shih Tzu, Rottweiler, Samoieda, Norwegian Elkhound e Schnauzer. Em compensação, trata-se de um quadro raro em cães sem raça definida, por conta da seleção natural, que fortalece os pontos genéticos positivos. Então, os vira-latinhas saem na frente neste quesito.

Pode-se dizer que o animal tem insuficiência renal quando 75% dos rins estão comprometidos. Isso pode ocorrer de forma aguda, atingindo qualquer raça, idade ou sexo. A doença é identificada quando seu aparecimento é súbito e agressivo, como no caso de uma hemorragia grave, algumas intoxicações ou anemia hemolítica. Também é possível observar a conhecida insuficiência renal crônica, mais comum em cães idosos, que se manifesta de forma lenta e progressiva.

“Os rins são órgãos vitais dos animais, sem eles é impossível viver. São responsáveis por filtrar os fluidos, ajudando na eliminação dos resíduos metabólicos, e pela homeostase ─ a capacidade de regular o ambiente interno do organismo ─ ao manipular a composição do plasma sanguíneo”, explica Mayara. Entre os processos renais que influenciam nessa regulação temos filtragem do sangue, reabsorção de nutrientes importantes e secreção de resíduos metabólicos, ajuste do equilíbrio de fluidos, ajuste do equilíbrio ácido-base e a produção do hormônio eritropoietina, indutor da produção de hemácias na medula óssea e da renina-angiotensina, que promove vasoconstrição e aumento da pressão arterial.

Como cuidar?

Cães com problemas renais sentem muita sede e necessitam sempre de água fresca disponível. O cão pode sofrer problemas de hipertensão, que precisa ser controlada com medicamentos para regular o desequilíbrio mineral e eletrolítico e deficiências hormonais. Também podem ocorrer problemas no sistema digestivo do animal, por isso é necessário o uso de medicamentos protetores gástricos para auxiliar na ingestão dos alimentos.

A alimentação deve ser atrativa e saborosa, porém com menor teor de proteína, sódio e fósforo. Hoje em dia existem rações próprias para cães com problemas renais que são bem fáceis de encontrar.  É muito importante consultar um médico veterinário, pois a alimentação deve ser específica para cada caso.

 

 

Por: André Spera
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.