Portal Melhores Amigos | Cães no trabalho diminuem estresse e deixam funcionários mais comprometidos
3195
single,single-post,postid-3195,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Cães no trabalho diminuem estresse e deixam funcionários mais comprometidos

Cachorrinha Dalila

11 set Cães no trabalho diminuem estresse e deixam funcionários mais comprometidos

Quem caminha pelo escritório do VivaReal em São Paulo, um portal de busca de imóveis, pode encontrar uma funcionária um tanto incomum para um ambiente de trabalho: a Dalila, uma cadelinha adotada em janeiro de 2016 como mascote da empresa.

Desde então, Dalila fica solta pelos 11 andares do VivaReal, dorme na empresa de segunda a sexta e, aos finais de semana, é levada para casa de algum dos “padrinhos”, funcionários que se disponibilizam a cuidar dela. “A presença da Dalila torna os colaboradores mais alegres, diminui o nível de stress e torna o ambiente mais calmo”, conta Carolina Pinheiro, coordenadora de Endomarketing do VivaReal.

De fato, esse parece ser o principal efeito da presença de cães no escritório. Segundo uma pesquisa feita por cientistas da Universidade Virginia Commonwealth, nos Estados Unidos, pessoas que levam seus cães para o trabalho são menos estressadas, mais satisfeitas e mais comprometidas com o emprego. O estudo, feito em uma empresa americana com 550 colaboradores, chegou a esses resultados a partir de questionários aplicados durante o dia de trabalho.

Além das conclusões extraídas das respostas, os pesquisadores perceberam um fato bem curioso: aqueles que não tinham ou não levaram seus animais para o trabalho foram vistos pedindo para passar um tempo com o cão de colegas.

 

Mascote da empresa

“Dalila foi encontrada em uma comunidade muito precária próxima à região da rodovia Raposo Tavares (zona oeste de SP). Ela estava grávida de nove filhotinhos e se alimentava de restos de lixo nas ruas e vivia em condições muito difíceis”, diz Pinheiro. A cadela foi então resgata por uma senhora, que a levou para um abrigo temporário. “Foi lá que ela teve seus filhotes – que já foram todos adotados -, mas a grande dificuldade era alguém querer adotar a mãe”, conta.

Foi aí que começou a campanha “Adote a Dalila”, na internet, mas após semanas nenhum interessado apareceu. “O abrigo de Dalila informou que ela deveria sair devido à lotação e às condições que estavam passando. A partir daí, surgiu a ideia da

equipe de Endomarketing ficar com ela, pois, há algum tempo, o VivaReal estava procurando uma mascote para alegrar a nossa empresa”, diz Pinheiro.

Dalila é o único animal com acesso liberado todos os dias aos diferentes ambientes da empresa, porque é acompanhada de perto pela equipe e tomou todas as vacinas necessárias. Além disso, uma vez por ano, o VivaReal libera os funcionários para trazerem seus animais para o trabalho.

“O VivaReal nunca teve problema em relação a ataques ou acidentes em relação à Dalila com os funcionários. Mas quando alguém não gosta, tem alergia, qualquer tipo de relação não tão próxima, nós preservamos ambos e cuidados para que não haja nenhum inconveniente”, diz a representante da empresa.

Da Redação
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.