Portal Melhores Amigos | Alimentação das aves: o que seu penudinho deve comer?
887
single,single-post,postid-887,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Alimentação das aves: o que seu penudinho deve comer?

alimentacao_aves

01 out Alimentação das aves: o que seu penudinho deve comer?

Sabe aquele provérbio que diz que “saco vazio não para em pé”? Então, ele serve não só para nós, humanos, mas para todos os animais deste planeta ─ inclusive as aves. Mas, veja bem, uma ave não vive só de alpiste e é fundamental prover uma dieta balanceada.

“A dieta das aves em cativeiro varia dependendo da espécie. As aves mais comumente encontradas em cativeiro são os Passeriformes, como canários e bicudos, e Psitacídeos, como Papagaios, Calopsitas e Periquitos. Os Passeriformes devem ter sua alimentação baseada em mix de sementes de boa qualidade, legumes, verduras e frutas variadas”, explica Marta Brito Guimarães, médica veterinária especialista em animais silvestres da empresa de consultoria VetWings, de São Paulo.

“Já os Psitacídeos devem receber uma alimentação baseada em ração peletizada ou extruzada (que não deve ser confundida com mix de sementes), frutas, verduras e legumes variados. Uma vez por semana podem ser oferecidos alimentos como ovo cozido, nozes ou coco”, orienta Natalia Philadelpho Azevedo, médica veterinária especialista em animais silvestres, também da equipe VetWings.

Se você for tutor de algum Psitacídeo e sua ave for gerar novos “pimpolhos”, é necessário dar uma enriquecida mineral na dieta. “Em época de reprodução, deve ser oferecido também uma farinhada e uma fonte de cálcio, principalmente para as fêmeas”, complementa Dra. Natalia.

Tão importante quanto prover uma alimentação adequada e variada é saber o que NÃO oferecer. “O abacate não deve ser oferecido a nenhuma ave devido à quantidade de gordura e por ser potencialmente tóxico para algumas espécies. Uva e morango devem ser oferecidos com cautela devido a quantidade de agrotóxicos que possuem”, esclarece Yamê Miniero Davies, médica veterinária especializada em animais silvestres, igualmente da VetWings.

Um erro muito comum e extremamente prejudicial à saúde das aves é alimentá-las apenas com alpiste ou semente de girassol, por exemplo. “O alpiste não possui todos os nutrientes necessárias, desta forma, a ave poderá apresentar sintomas relacionados à falta de vitamina, cálcio etc. A semente de girassol é rica em gordura e pobre em vitaminas, logo causa deficiências vitamínicas, além de levar ao acúmulo de gordura no fígado”, alerta Dra. Marta.

As especialistas advertem: o manejo errado das aves em cativeiro pode levar a diversas doenças, além de diminuir a expectativa de vida destes animais. Por isso, pessoal, consultem sempre um veterinário especializado para oferecer a alimentação mais adequada para o seu pet de penas.

 

 

Por: Paula Soncela
Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.