Portal Melhores Amigos | A história do incrível pastor alemão
4834
single,single-post,postid-4834,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

A história do incrível pastor alemão

26_Fev

11 fev A história do incrível pastor alemão

Poucas raças de cachorro são tão famosas quanto os pastores alemães, e os motivos são muitos. Desde a popularização na TV por conta do seriado Rin-Tin-Tin e filmes como K9 – Um policial bom pra cachorro (1989) até o amplo uso da raça por forças policiais e de resgate no mundo todo, eles se transformaram em sinônimo de lealdade e habilidade para diversos trabalhos.

É consenso que tudo começou no campo. De acordo com o American Kennel Club, por exemplo, o cão que conhecemos hoje como pastor alemão descende de diversas linhagens de cão de pastoreio que existiam nas regiões que formariam o país europeu no final do século 19.

A versão mais difundida dá conta que um ex-oficial de cavalaria chamado Max von Stephanitz buscou criar o cão de pastoreio ideal. Ele junto de outros criadores passaram a cruzar variedades de cães de regiões do norte e centro da Alemanha, pesquisando e reunindo características do que seria o ancestral do pastor alemão de hoje em dia.

Não é exagero dizer que a tarefa foi bem sucedida, já que esses animais passaram ser bons cães de trabalho não apenas para cuidar de rebanhos, e protegê-los de predadores nos campos.

Afinal de contas, os pastores alemães têm uma combinação quase inigualável de inteligência, agilidade, velocidade e faro. Mas é amável e afetuoso com sua família, e se torna um incrível cão de companhia. Um grande amigo que não hesita em arriscar até mesmo sua vida para proteger os outros.

Traços

Como de praxe com cães de pastoreio, ele é um animal ativo, que precisa de estímulo físico, como passeios, e mental, como brincadeiras e tarefas. Por isso, se pensa em obter um filhote, é muito recomendado que ele seja adestrado, para que obedeça a comandos e se acostume com brincadeiras com mais facilidade e disciplina. Ele aprende comandos com facilidade, e tem como traço o cuidado e proteção com seus humanos, o que pode fazer da raça um cão um pouco desconfiado com estranhos.

É considerado um cão de temperamento corajoso e confiante, e muitas vezes um pouco reservado.  No entanto, não é um tipo de raça que costuma mostrar timidez. Aliás, cães dessa raça tem a tendência de latir por conta do instinto de proteção.

Com essas informações, você consegue ter uma ideia de como é possuir um animal como esse em casa. Mas se você está procurando por um pet, não se esqueça de avaliar o tempo e recursos necessários para cuidar de cada tipo, levando em consideração espécie, raça e tamanho.

A posse responsável é uma ferramenta importante não apenas para a saúde do seu melhor amigo, mas também para o bem-estar de todos dentro da casa!

 

Nenhum Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.